Eles estão em muitos lugares, lazer, trabalho e outros e são um recurso fácil para você se alimentar entre as refeições, ou muitas vezes substituí-la.

O problema é que, normalmente, são usadas opções pouco saudáveis de alimentação, como bolos e doces.

No entanto, há mais opções, porém não tão “visíveis”.

Pesquisadores do Hospital General de Massachusetts estabeleceram uma maneira simples e barata para que os consumidores optem por produtos mais saudáveis.

Qual é a primeira coisa que você escolhe numa vitrine de alimentos, dentre os produtos expostos?

Você pode pensar que esta é uma escolha voluntária, e talvez caprichosa, mas ao escolher um lanche deve estar ciente que o marketing afeta nosso cérebro e que os produtos alimentícios colocados ao nível dos olhos são geralmente o que vamos consumir.

Podemos mudar esta situação sem grandes despesas, especialistas em marketing estabeleceram uma série de medidas eficientes. Primeiramente devemos definir um código de cor para alimentos e bebidas. Assim os produtos que contém mais calorias e gordura saturada são etiquetados com a cor vermelha, os produtos que estavam num nível intermediário foram etiquetados com a cor amarela, e aqueles produtos mais saudáveis etiquetados com a cor verde, e as bebidas saudáveis foram colocadas a nível dos olhos.

Estudo Sobre as Cores dos Alimentos

Os resultados demonstraram que esta simples intervenção baseada em código de cores aumentou a venda de produtos saudáveis (pois ficaram bem mais visíveis e no nível dos olhos) e diminuiu bastante o consumo dos menos saudáveis.