A manteiga é um alimento básico da nossa dieta. Na Espanha é muito utilizada principalmente para elaborar produtos de panificação e sobremesas, enquanto em outros países ela é usada para cozinhar todos os tipos de pratos.

Embora a tendência seja pensar que contém uma grande quantidade de gordura e não faz bem ao nosso organismo, a manteiga é muito nutritiva e proporciona benefícios essenciais.

A sua origem animal implica que sua composição de gorduras saturadas seja de 70%, as monoinsaturadas de 36% e 4% de poliinsaturadas. Ela contém cerca de 250 miligramas de colesterol por 100 gr. de manteiga.

A manteiga contém vitamina D, por isso é muito benéfica para a saúde dos nossos ossos e para a absorção de cálcio. Tem outras vitaminas lipossolúveis inerentes em gordura como a vitamina A e vitamina E.

Entre as suas propriedades, temos que salientar que contém uma alta quantidade de sódio e é também um dos alimentos com mais iodo.

Este último contribui para regular o nosso nível de energia e o bom funcionamento das células. Além disso, o iodo presente na manteiga ajuda a regular em boa parte o nosso colesterol e fortalece o cabelo, a pele e as unhas.

Somado a isso, o iodo desempenha um papel fundamental na regulação do hormônio da tireoide. Portanto, é essencial para as mulheres grávidas e lactantes. Outra vantagem do iodo é que contribui para o funcionamento normal da maioria das glândulas. É importante para o sistema imunológico.

Benefícios da Manteiga

No entanto, convém moderar o consumo deste alimento. Não é um alimento recomendado para as pessoas que querem seguir uma dieta para emagrecer. Também não é aconselhado para pessoas com um alto nível de colesterol no sangue.

As doenças relacionadas com o colesterol alto se devem ao consumo em excesso de carboidratos simples, mas, ainda que, em pequenas quantidades é saudável e contribui efetivamente para o desenvolvimento do cérebro das crianças.