Falta um mês para que chegue o Natal, e com ele os excessos de comida. É o momento mais perigoso para a nossa dieta, mas também para os nossos dentes. Neste momento, há uma série de perigos (açúcar, descuidos, copiosas refeições familiares,…) que ameaçam a nossa saúde oral, e é por isso que devemos prestar atenção especial aos nossos dentes durante o Natal.

É muito difícil evitar excessos no Natal, mas podemos seguir uma série de bons hábitos e dicas que nos ajudarão a proteger os dentes e, portanto, protegê-los de uma maneira eficaz contra problemas futuros e facilitar qualquer tratamento que possamos receber.

  • O chocolate é muito presente neste momento, por isso é difícil abrir mão dele. É sempre melhor tomar o chocolate preto, com mais cacau e menos açúcar, pois é menos prejudicial para os dentes. Também é rico em minerais e antioxidantes.
  • O torrone duro, por seu alto teor de amêndoa e baixa percentagem de açúcar, é mais recomendável que o macio.
  • Mastigue chiclete sem açúcar após as refeições, já que estimula a produção de saliva e limpa as superfícies dos dentes. A saliva é um grande aliado dos nossos dentes, protegendo-os ao neutralizar o pH ácido que produzem as bactérias e a acidez dos alimentos.
    Dicas Para Proteger Nossos Dentes no Natal
  • O vinho tinto é preferível ao vinho branco e o champanhe, já que estes últimos são mais erosivos ao esmalte e cimento da raiz do dente.
  • Não confie nos alimentos sem “açúcar”, porque muitos deles contêm substâncias derivadas que são tão ou mais prejudiciais para os nossos dentes.
  • Faça uma salada com azeite de oliva nas refeições, já que protege contra o desgaste dentário e a cárie. Tem sido mostrado que este tipo de azeite gera uma película protetora invisível sobre os dentes que as cáries não podem penetrar.
  • Reduza o consumo de bebidas energéticas, pois elas têm um componente ácido que desgasta o esmalte do dente. Se você for tomar uma, é melhor acompanhá-la de algo sólido, de modo que ao mastigar se produza saliva e neutralize a acidez.
  • Os doces menos prejudiciais para os nossos dentes são os mais suaves e não pegajosos, como o chocolate.
  • O ideal é escovar os dentes três vezes por dia, com duração de pelo menos dois minutos. Em condições normais, o melhor é utilizar uma escova de dureza média e ir alternando entre uma pasta de dente normal e uma contendo agentes anticáries tais como xilitol e o peróxido de carbamida.
  • Se você tem problemas de gengiva, especialmente crianças que usam aparelho ortodôntico, evite doces macios e guloseimas mais pegajosas. Da mesma forma, devemos limitar o consumo de doces duros já que podem favorecer a fratura dos dentes frágeis, destruir obturações e danificar aparelhos ortodônticos.