De acordo com um estudo recentemente publicado na revista Science, um grupo de cientistas conduziu uma investigação sobre o efeito que teria a nicotina sobre o apetite, promovendo a sua redução.

De acordo com essa hipótese é muito controversa a preocupação levantada por alguns sobre fumar e perder peso.

Fumar é um dos fatores de risco mais importantes para a saúde. Em todo o mundo milhões de pessoas morrem de doenças causadas pelo tabagismo. Apesar de saber os danos que o cigarro causa, muitas pessoas se recusam a parar de fumar por medo de ganhar peso.

Devido a isso, foi publicado recentemente um estudo na revista Science, que revela o mecanismo de ação da nicotina sobre o apetite.

Estes resultados estão longe de estimular o consumo de cigarros para perder peso, mas sim definir um incentivo para que muitas pessoas abandonem o hábito de fumar, sem medo de começar a ganhar peso.

Até agora sabe-se que a nicotina age no cérebro e reduz o apetite, mas este estudo esclarece sua ação sobre uma área do cérebro, o hipotálamo.

Este achado pode ser útil por duas razões: pode ser a de encontrar novas opções de tratamento para aqueles que querem parar de fumar e também pode ser usado para desenvolver determinados produtos químicos que agem de forma semelhante à nicotina, para evitar ganho de peso após deixar o vício.

O Cigarro e o Ganho de Peso

A questão de fumar é colocada e respondida, pois não é apenas um meio para perder peso, mas é potencialmente prejudicial à saúde. Mas graças à ciência pode-se copiar certos mecanismos de ação para facilitar o abandono do tabagismo sem o ganho de peso.

Para informações, não deixe de ler o artigo “Parar de Fumar sem Ganhar Peso – Dicas Para Parar de Fumar e Não Engordar“.