Os benefícios da romã para a saúde são múltiplos, não apenas nos oferece uma grandiosa experiência para o paladar, mas também com esta fruta estamos melhorando a nossa qualidade de vida, enquanto desfrutamos do seu sabor. Neste artigo vamos te contar com detalhes quais são os benefícios de comer romãs e o mais conhecido entre eles, sua capacidade para lidar com o colesterol.

Neste artigo vamos falar sobre:

  • Romã: sabor, aparência e origem
  • Componentes da romã
  • A romã é benéfica para o coração
  • A romã ajuda a pressão arterial
  • Precauções do consumo de romã

A Romã

Você sabe de onde vem uma fruta como a romã? A verdade é que a sua aparência exterior chama muita atenção, porque não se parece com nenhuma das frutas comuns, mas a realidade é que quando a abrimos o nosso espanto cresce ainda mais por seus grãos suculentos.

Mas aqui não termina tudo, o seu sabor é um dos mais impactantes porque vendo a sua cor se pensa na doçura, mas a realidade é que ela é uma mistura de doçura e um toque picante, que misturado com a textura que apresenta no paladar certamente você tem que provar.

Após esta pessoal introdução em nossa maneira de explicar uma romã, deixe-nos dizer que é a fruta de uma árvore de folha perene originária do Iraque e Irã, mas que atualmente podemos encontrar na Espanha, em algumas cidades com facilidade.

Romã, a Fruta Anticolesterol

Esta fruta não é algo atual, mas já era conhecida na antiguidade. Por exemplo, e a modo anedótico, na Bíblia, e mais especificamente, no livro do Êxodo encontramos referências sobre a romã como se fosse uma fruta muito apreciada. Hoje, a romã é cultivada em diferentes partes do mundo, como o Mediterrâneo, Sudeste da Ásia, partes da África e da América.

O exterior da romã é duro e de cor vermelha, alaranjada, quando aberta podemos ver que tem pepitas ou uma polpa rubi, aromática e doce. A romã tem uma longa vida se for devidamente armazenada por cerca de 7 meses, entre 0 e 5 graus. Não é de estranhar que foi apreciada já na antiguidade porque significava uma boa fonte de alimento.

Componentes da Romã

A romã possui diferentes substâncias fotoquímicas muito benéficas para a saúde e para o bom funcionamento do organismo, tais como:

  • os polifenóis;
  • as catequinas;
  • os taninos;
  • as antocianinas;
  • o ácido elágico;
  • o ácido pantotênico;
  • os flavonoides;
  • a vitamina C, seu suco possui 16% de vitamina C, a romã é rica em antioxidantes;
  • a vitamina B5;
  • as fibras;
  • o potássio.

A Romã é Benéfica para o Coração

A romã pode ser consumida de várias maneiras e uma delas é o suco de romã. Curiosamente se tem relacionado o consumo desta com a redução do colesterol ruim LDL e com efeitos protetores do coração.

Especificamente, o seu alto teor de antioxidantes e polifenóis fizeram esta fruta ser considerada como uma das formas mais saudáveis e deliciosas de lutar contra o colesterol.

Para lhe dar uma ideia do que são os polifenóis, estes foram descobertos na década de 30 e são definidos como substâncias naturais encontradas em diferentes plantas, como o azeite de oliva ou a uva e têm um efeito cardio saudável.

Quando dizemos que as romãs possuem substâncias antioxidantes estamos fazendo referência as que lutam contra os radicais livres que podem causar um aumento do colesterol ruim LDL, como vimos na seção anterior. Tanto o consumo de romãs, como uma fonte de antioxidantes, como qualquer outro tipo de alimento que os contenha, são uma excelente solução para combater estes radicais livres e, por conseguinte, o colesterol ruim.

A Romã Ajuda a Pressão Arterial

Outros benefícios da romã sobre o organismo, neste caso, vamos deixar de lado o colesterol LDL para nos concentrarmos em como é benéfica para a pressão arterial, a qual é um dos fatores de risco de doença cardiovascular.

Os estudos finalmente têm mostrado que o consumo de romã torna possível dissolver a placa que está acumulada nas artérias.

Alguns dos dados obtidos neste estudo que podem ser interessantes mostram que os participantes receberam 29.57 mililitros de suco de romã por dia durante um ano. Durante este período, foi registrado que houve uma diminuição de 20% na pressão arterial e 30% em placas das artérias, no entanto, nos participantes que não tomaram o suco de romã houve um aumento de 9% na placa.

A Romã como Anti-inflamatório

Estudos têm mostrado que o extrato de romã pode oferecer aos pacientes com inflamações crônicas uma solução saudável, sem produtos químicos e um alívio agradável.

Este tipo de extrato já está sendo utilizado na medicina alternativa para doenças como a artrite, já que existem pessoas que acreditam que o consumo de medicamentos de forma crônica e prolongada só pode atrair consequências mais prejudiciais para a saúde.

Precauções do Consumo de Romã

A romã é um alimento extremamente saudável como você pode comprovar ao longo deste artigo, mas como com qualquer alimento temos que ter em mente algumas considerações para que seus benefícios sejam mantidos e não causem nenhum dano à saúde.

Alguns especialistas em nutrição e profissionais de saúde recomendam que se você estiver consumindo qualquer tipo de medicação referente à pressão arterial e deseja tomar romãs de forma habitual, é importante notificar o médico, anteriormente, já que os efeitos de ambos podem fazer com que baixe muito a pressão e estaremos jogando com a nossa saúde sem nos darmos conta.