As proteínas são algumas macromoléculas que são formadas pela união de diferentes aminoácidos. Estas constituem a principal fonte de nutrientes dos quais se alimentam os músculos para sua formação e reparação. Consumir alimentos ricos em proteínas permite ao organismo transportar através do sangue todas aquelas substâncias gordurosas que ingerimos. Isso nos permite aumentar as defesas do nosso corpo. Neste artigo, vamos te propor alguns alimentos ricos em proteínas que se afastam dos tradicionais e que fornecem alguns nutrientes mais limpos.

O Que São as Proteínas?

As proteínas são macromoléculas que são compostas de quatro elementos: carbono, oxigênio, hidrogênio e nitrogênio. Também podem conter outros elementos como o enxofre e o fósforo. Se formam graças à união dos aminoácidos, através das ligações peptídicas. A ordem destes aminoácidos nas proteínas é o que faz o ADN de uma pessoa.

Consumir proteínas em nossa alimentação resulta essencial para poder realizar corretamente as funções biológicas do organismo. Além disso, é a única maneira de conseguir uma dieta saudável que fornece todos os nutrientes que precisamos. É também particularmente importante em nutrição esportiva.

Alimentos Ricos em Proteínas

As proteínas constituem aproximadamente 50% do que se chama o peso seco dos tecidos do corpo. Todos os processos biológicos que realiza o nosso organismo incluem a participação das proteínas. Isso significa que são totalmente essenciais para ter um correto funcionamento.

Leia também: “Alimentos Ricos Em Proteínas Vegetais“.

As Proteínas Têm as Seguintes Funções:

  • Ajuda o crescimento: como as gorduras e os carboidratos não contêm nitrogênio, as proteínas são essenciais para o crescimento.
  • Fornecer aminoácidos essenciais que resultam fundamentais para realizar a síntese de tecido.
  • Fornecer energia: cada grama de proteína contém 4 kcal de energia.
  • Formar sucos digestivos, proteínas plasmáticas, hormônios, enzimas, hemoglobina e vitaminas.
  • Amortecimento, já que ajudam a manter o modo como reagem vários meios, como, por exemplo, o plasma.
  • Atuam como catalisadoras biológicas: isto significa que aceleram a velocidade das reações químicas que ocorrem no metabolismo. Trata-se das enzimas.
  • Transportar oxigênio e dióxido de carbono no sangue, ou seja, hemoglobina.
  • Defender como anticorpos contra as infecções e outros agentes. Também fornecem resistência.
  • Garantir o movimento celular com as proteínas contráteis, que são a miosina e a actina.

Alimentos Ricos em Proteínas

Consumir alimentos ricos em proteínas é fundamental para o bom funcionamento do organismo. Além disso, se realizamos atividades físicas de grande impacto, as proteínas são essenciais para uma correta recuperação muscular. Além disso, os treinamentos de força requerem de uma ingestão considerável de proteínas, já que ao serem estas o principal criador e reparador de músculos, as necessitam para poder aumentar seu tamanho.

Quando se trata de proteínas sempre vêm à mente peitos de frango e bifes. No entanto, diversos estudos têm demonstrado que aqueles que consomem grandes quantidades de proteína vegetal têm menor risco de sofrer obesidade, diabetes ou outras doenças que aqueles que buscam as proteínas animais.

Este tipo de proteínas têm uma qualidade igualmente alta, com a vantagem de que não contém resíduos de hormônios, antibióticos nem outras substâncias que se acumulam nas artérias. A seguir te apresentamos cinco fontes de proteína vegetal que você deve incluir em sua dieta. Não espere mais!

Leia também: “Alimentos Ricos Em Proteína Vegetal Que Podem Substituir a Carne“.

Quinoa: Além de conter mais proteínas do que o resto das sementes, contém também gorduras insaturadas e um elevado teor de fibras. Uma xícara de quinoa contém oito gramas de proteínas. Contém o aminoácido L-arginina, que está comprovado que ajuda a desenvolver a musculatura sem aumentar a gordura corporal. As organizações internacionais têm declarado a quinoa como o único alimento vegetal que tem todos os aminoácidos essenciais, oligoelementos, assim como vitaminas. Além disso, não contém glúten.

Hummus: Apenas duas colheres de sopa de hummus contém 2,2 gramas de proteína. Este alimento é rico em proteínas, fibra e também antioxidantes. Hoje em dia, é considerado um aperitivo perfeito, uma vez que é capaz de saciar o apetite. Para sua elaboração são combinados grão de bico com hummus, por isso, é formada, assim, uma proteína completa. No entanto, se queremos garantir que contenha tahine, a melhor opção é prepará-lo em casa.

Amaranto: Uma xícara de amaranto contém 9,3 gramas de proteína. Este alimento pode ser consumido cozido e também cru. É uma semente que não contém glúten, mas, sim, uma grande quantidade de fibras, cálcio e ferro. Quando cozido sua textura é semelhante ao mingau. O valor proteico do amaranto é superior ao que tem o leite de vaca, de acordo com a declaração da Organização Mundial de Saúde. É também um alimento muito facilmente digerível.

Ovos: Um ovo contém 6 gramas de proteína. Embora não se trate de um vegetal, é um alimento com um elevado nível da proteínas. Recomenda-se não consumir mais de três ovos por semana. É um alimento ideal nas dietas vegetarianas. Podemos consumi-lo de muitas maneiras e também serve para preparar todos os tipos de pratos e sobremesas. As proteínas do ovo permitem acelerar o metabolismo e evitam a sensação de fome. Ajudam a perder peso e também fortalecem a musculatura. Os ovos também contêm colina, que é um nutriente essencial para a queima de gorduras e para a manutenção da saúde do cérebro.