Ao reduzir o nosso consumo de produtos de origem animal, podemos sofrer algumas deficiências de proteína. Para compensar isso, temos que incluir em nossa dieta alimentos ricos em proteína vegetal, que devemos ingerir regularmente. Neste caso, temos uma série de opções.

Benefícios das Proteínas Vegetais

Temos que levar em conta que as proteínas vegetais possuem grandes vantagens sobre as de procedência animal. Por exemplo, contêm menos purinas (substâncias que devem ser eliminadas pelos rins), que por sua vez são menos prejudiciais e têm propriedades diuréticas. Além disso, carecem de xantina, uma purina presente apenas em produtos de origem animal, e que pode causar a agressividade.

Além disso, as proteínas vegetais são mais duráveis​​, fornecendo uma maior vitalidade, e possuem fortes propriedades imunológicas para o organismo. Contém menos gordura, sendo a maioria delas insaturadas, por isso este tipo de alimento é adequado para dietas de baixa caloria.

Devemos dizer também que não contêm colesterol, embora sejam ricas em fibra. Por isso, são mais fáceis de digerir do que os alimentos de origem animal. Também proporcionam elasticidade e resistência aos tecidos do organismo, ajudam a regular os níveis hormonais e provocam um menor efeito acidificante no sangue.

Alimentos Ricos em Proteínas Vegetais

Alimentos Ricos em Proteína Vegetal

Ao contrário da crença popular, podemos encontrar proteínas vegetais em vários alimentos de diferentes tipos. Alguns exemplos são os seguintes:

1. Frutos secos. É uma grande fonte de proteína vegetal, além de serem ricos em potássio, cálcio, fibra, fósforo, ferro e vitaminas do complexo B. Contêm ácidos graxos insaturados (linoléico e linolênico), e ajudam a prevenir as doenças cardiovasculares, especialmente as nozes.

2. Soja. É um dos alimentos com maior concentração de proteínas vegetais; de fato, contém o dobro da proteína da carne, quatro vezes a proteína do ovo e 12 vezes a dos lacticínios. Possui um alto teor de aminoácidos essenciais, e também é uma leguminosa rica em potássio, magnésio, cobre, fósforo, ferro e cálcio. Ajuda na assimilação de vitaminas e a reduzir o colesterol.

3. Feijão verde. As proteínas do feijão verde ajudam o nosso organismo a criar novas proteínas. Essas proteínas servem para construir tecidos e fortalecer a massa muscular.

4. Levedura de cerveja. Contém uma quantidade extraordinária de proteínas vegetais (45 gramas por cada 100 gramas de levedura), algo que apenas é superado pela clara de ovo e o leite. Por isso, são altamente recomendados para pessoas que seguem uma dieta vegetariana estrita. Além disso, suas proteínas são de fácil absorção.

5. Milho. É um dos vegetais que fornecem mais proteína. É rico em fibras, favorecendo a digestão e o trânsito intestinal. Também possui propriedades antioxidantes e são ricos em vitaminas do complexo B, óleos essenciais, potássio, ferro e fósforo. É especialmente recomendado para crianças, gestantes e atletas.

6. Legumes. São essenciais em nossa alimentação devido a sua alta proporção de vitaminas do complexo B, ferro, cálcio e magnésio. As lentilhas, grão de bico, ervilhas, feijão e soja são alguns dos mais conhecidos, sendo este último um dos mais completos. Embora, devido à sua elevada percentagem de purinas sejam contra-indiciados para pessoas com gota e outros problemas reumáticos. Para absorver melhor as proteínas vegetais que nos fornecem, devem ser consumidos acompanhados de algum alimento rico em vitamina C (laranja, kiwi, tomate, espinafre, etc.).

7. Agrião. É extremamente rico em proteínas, além de conter altos níveis de vitamina A. Graças a isso ajuda a fortalecer a saúde dos olhos e da pele. Esta verdura também possui uma importante ação antioxidante devido ao seu teor de vitamina C, e contribui para uma correta coagulação sanguínea graças ao seu elevado teor de vitamina K.

Par mais informações, não deixe de ler também “Quais os Alimentos Vegetais Com Proteínas Mais Saudáveis?