O Que São Alimentos Transgênicos?

Alimentos geneticamente modificados são conhecidos por aqueles que têm sido feitos a partir de peixes, geralmente vegetais, em cujo genoma (informação genética característica) foi introduzido em si parte de outra espécie.

Um processo similar é realizado não só em matérias-primas alimentares, mas por exemplo, para a produção de hormônios naturais do corpo, como é o caso de muitos diabéticos que necessitam de insulina para sobreviver: Nesse caso especificamente é introduzida uma parte da informação genética que faz com que a insulina humana e a levedura ocorram como resultado do seu metabolismo, em seguida, purificada e preparada para a administração.

Indústria agrícola e alimentar empregando espécies de plantas transgênicas em que tenham inseridas as informações necessárias para que, por exemplo:

  • Resista a certos vírus ou pragas, o uso de substâncias que repelem insetos e pragas de uma forma em geral.
  • Tolerar herbicidas, por enzimas que degradam.
  • Aumenta a qualidade organoléptica (percebida pelos sentidos) do produto.
  • Modificando o conteúdo, por exemplo, aumentando a proporção de ácidos graxos poli-insaturados, que melhoram o padrão de colesterol no organismo, ou de reduzir a quantidade de substâncias indesejáveis.
    Alimentos Transgênicos: Conheça Mais Sobre os Alimentos Transgênicos e Seus Benefícios

Quão Seguro São os Alimentos Transgênicos?

O processo de adição de uma nova informação genética de uma espécie é caro o suficiente para que apenas a modificação pretendida seja feita e esta é a única característica que a distingue de todas as outras espécies, não é acrescentado nada mais.

De qualquer forma, para ser aprovada a incorporação da indústria de alimentos transgênicos, eles devem passar por inúmeras verificações de segurança que são regulamentadas pelo órgão responsável do país.

Muito ainda se tem pra descobrir sobre os alimentos transgênicos, seus benefícios e seus malefícios também. Afinal modificar a informação genética de um alimento não é algo que ocorre na natureza, afinal requer a mão de obra humana.

Mas um dos mais importantes benefícios é o fato de se poder modificar não só os alimentos, mas componentes humanos a fim de auxiliar no tratamento de doenças crônicas.