Uma das mais reconhecidas vantagens do triptofano é a de estimular a síntese de serotonina necessária para o equilíbrio emocional e a harmonia integral das pessoas. Trata-se de um aminoácido essencial que o corpo não elabora naturalmente, mas que devemos introduzir mediante alimentos que o contém.

Por sua vez, para que o triptofano seja metabolizado de maneira ótima pelo organismo, é preciso possuir quantidades suficientes de outras substâncias, especialmente o magnésio e a vitamina B6. Este aminoácido colabora também na atuação da niacina, ou vitamina B3.

Vantagens e Benefícios do Triptofano na Dieta:

Os neurotransmissores influenciam no estado de ânimo e no correto funcionamento das capacidades mentais. O nível de serotonina se relaciona com mecanismos tais como a coagulação do sangue, as sensações de prazer e o bom humor.

Além disso, estimulado pela ingestão de proteínas, este neurotransmissor favorece a produção do hormônio encarregado do sono: a melatonina. Esta última se ocupa de nivelar a frequência cardíaca, de prevenir a insônia e a oxidação celular.

Alimentos Ricos em Triptofano:

Com uma dieta equilibrada, podemos melhorar o nível de triptofano que necessitamos diariamente, e, naturalmente, regulamentar o funcionamento dos neurotransmissores. Neste sentido, considera-se este aminoácido essencial como um antidepressivo estupendo e saudável.

As Vantagens e Benefícios do Triptofano na Dieta

Leite: um copo de leite antes de deitar ajuda a dormir, isto pelo elevado nível de triptofano que esta bebida contém, tanto o de vaca como o de soja.

Queijo: existem algumas variedades que conservam muito melhor o triptofano do que outras, por exemplo, o queijo suíço, o cheddar, gruyère, cottage e o de soja.

Carnes: as carnes que possuem maior quantidade de triptofano são as de vaca, de frango, de cordeiro, de peru e peixes do mar. Como produtos de origem animal, nós devemos mencionar outra rica fonte de proteínas, o ovo.

Legumes, frutas e cereais: a banana contém uma boa proporção desse aminoácido essencial, embora seja rica em magnésio e vitaminas. O arroz, o grão de bico, as sementes de gergelim e de girassol, os cereais, o cacau e os frutos secos, colaboram para aumentar essa substância no sangue. Por outro lado, os aspargos, o pimentão, a abóbora e a berinjela, fornecem boas fontes de triptofano para o organismo.

Leia também: “Triptofano E Os Seus Benefícios“.

Em síntese, o triptofano cumpre e estimula os seguintes mecanismos no corpo:

  • O desenvolvimento e a ação da serotonina, cujas funções ativam o bom humor, o desejo, o sono, a memória e a energia em geral.
  • Intervém na ativação de vitamina B3, conhecida também como niacina, a qual não apenas mantém afastados os níveis de colesterol, mas também promove a manutenção de colágeno da pele e estimula a correta circulação sanguínea, mas também ajuda o desenvolvimento dos hormônios e a síntese de neurotransmissores.