Você provavelmente já ouviu falar em algum momento da chicória ou, inclusive, já a experimentou. Seu uso mais comum é como substituto do café, o que é altamente recomendado para pessoas com problema de hipertensão. Mas não apenas existe a chicória processada para usá-la como café de chicória. Nós também podemos consumir a planta, suas folhas e raízes em nossa alimentação diária de outras formas. Neste artigo veremos quais são as propriedades da chicória.

Por ser um vegetal, podemos usá-la na elaboração de nossas saladas. Sua fácil preparação nos permite obter todos os seus benefícios de forma rápida e simples. Mas a chicória, também, possui muitas outras propriedades e benefícios para a saúde, já que contém muitos minerais, vitaminas e antioxidantes.

As pessoas com doenças como úlceras, gastrite ou cálculos biliares têm que moderar o seu consumo, uma vez que é contraindicada em determinados casos. A seguir você poderá saber mais sobre todas as propriedades, usos, benefícios e possíveis contraindicações da chicória.

Leia também: “Remédio Natural de Chicória Para Tratar o Fígado Gordo“.

A chicória é uma planta procedente da Europa também conhecida como chicória comum, escarola ou radicchio. Espalhou-se para a América, África, Ásia e Oceania, embora o seu cultivo seja realizado principalmente na França, Bélgica, Alemanha e Espanha.

Chicória: Propriedades, Benefícios e Contraindicações

A descoberta das suas propriedades medicinais remonta ao tempo de Carlos Magno. Naquela época recebia o nome de Solsequium, já que suas flores se moviam seguindo o sol. Já desde o século XVII se usava a raiz da chicória como substituto do café. Esta raiz se preparava em infusão e substituía o café em tempos de restrição. Além da raiz, também as folhas da chicória eram utilizadas para preparar saladas. Foi na Idade Média, quando se começou a usar a chicória com fins medicinais. De seus primeiros usos se destaca a via externa para problemas de pele e a infusão para depurar o fígado e melhorar o sistema digestivo.

Hoje em dia, a chicória pode ser encontrada na maioria dos supermercados em forma de grânulos solúveis, embora também em forma de raiz para infusões. No entanto, também podemos adquiri-la em seu estado natural.

É considerada uma verdura ou vegetal do tipo da escarola ou endívias, mas com um sabor mais amargo. Existem diferentes variedades de chicória, tanto em forma silvestre como de cultivo, embora todas elas sejam fáceis de identificar. Têm algumas folhas dentadas muito características e suas flores são de cor azul. Todas estas variedades são cultivadas para preparar saladas frescas. Agora vamos saber um pouco mais sobre quais propriedades contém a chicória.

Propriedades da Chicória:

A chicória contém muitos nutrientes, como, por exemplo, pró-vitamina A, mas também contém vitaminas do grupo B, potássio, magnésio e cálcio. Embora a maior parte da composição desta planta seja de água e carboidratos, por isso é usada em dietas de emagrecimento por seu baixo valor energético.

Por outro lado, tanto a raiz como as folhas contêm inibina, taninos e inulina. Todos estes com capacidade antioxidante, como o composto fenólico que também contém. Além disso, a substância inibina é a que favorece a secreção dos sucos digestivos, assim como a estimulação do funcionamento da vesícula biliar. Estes dois efeitos unidos, convertem a chicória em um alimento que melhora e facilita a digestão.

Contém em abundância betacaroteno, por isso favorece a saúda dos olhos, protege a pele, cabelo e mucosas. Além disso, seu consumo favorece a elaboração de enzimas presentes no fígado e melhora o funcionamento das glândulas suprarrenais e hormônios sexuais.

Devido às suas propriedades antioxidantes é um bom alimento para fortalecer o nosso sistema imunológico, enquanto funciona como um sedativo natural, por seu teor em vitaminas do grupo B1. Seu teor em potássio faz com que intervenha no equilíbrio da água nas células, facilite a transmissão dos impulsos nervosos e ajude na correta atividade muscular.

Isso quanto as suas propriedades, mas, quais são os benefícios que nos fornece consumir a chicória?

Leia também: “Chicória: Remédios Caseiros com Chicória“.

Benefícios da Chicória:

Entre os benefícios que nos fornece a chicória é que possui muito poucas calorias, já que 94% dela é água, por isso é ideal para seguir qualquer dieta saudável. O seu teor em cálcio, magnésio e sódio faz com que atue como um magnífico diurético, por isso combate a retenção de líquidos. Este poder diurético faz com que o seu consumo seja recomendado para algumas condições, como a gota, a hipertensão ou o ácido úrico. Esse mesmo poder diurético a converte em um alimento que combate a artrite, já que, nesta doença, é muito importante ter uma boa diurese.

Por seu teor em antioxidantes, a chicória aumenta nossas defesas, nos ajudando a combater os radicais livres, oxigenando as nossas células e o nosso sangue, por isso lhe pode ser atribuído um efeito preventivo de doenças, como o câncer. Seguindo com o seu alto teor em antioxidantes, contém mais de vinte, também cuida da saúde auditiva e da visão. Por ser muito rica em vitaminas e minerais, seu valor nutricional é muito elevado, por isso que o consumo de chicória resulta muito benéfico para uma boa saúde.

Também é rica em fibras, por isso combate a prisão de ventre, flatulência e melhora a flora intestinal, favorecendo, assim, a eliminação de toxinas do nosso organismo. Com todos estes benefícios, é um vegetal a considerar no momento de elaborar as nossas refeições. Vejamos se apresenta alguma contraindicação ou efeito colateral.

Efeitos Colaterais e Contraindicações da Chicória:

A chicória, por ser um alimento amargo, está contraindicado no caso de pessoas que sofrem de úlcera péptica. Tampouco é recomendada se você sofre de azia, uma vez que o seu sabor amargo estimula a produção de ácidos gástricos. Por outro lado, como a chicória é rica em oxalatos, não é recomendada para pessoas que sofrem de pedras nos rins, uma vez que estes podem ser tóxicos para os rins. Tampouco é recomendado o seu consumo no caso de sofrer de cálculos biliares devido à sua estimulação da produção de bile. Esta característica poderia piorar os sintomas desta patologia.

Para aquelas pessoas que apresentam hipotensão, ou estejam tomando medicamentos para hipertensão, o consumo de chicória pode aumentar o seu efeito, por isso deveria ser usada com cuidado, sem exceder o consumo. As pessoas que sofrem de insônia devem consumi-la com cautela, uma vez que possui um efeito estimulante. Por isso é recomendado não consumi-la antes de dormir. Tampouco é recomendada em caso de gravidez, uma vez que tem uma ação estimulante do útero. Quanto ao seu uso externo, o suco de chicória sem processar poderia produzir reações alérgicas ou dermatite aguda.