O verão e o bom tempo nos incentivam a realizar muitas mais atividades ao ar livre. É comum passar dias inteiros fora de casa e desfrutar de churrascos, piqueniques, almoço com amigos e familiares. Comer ao ar livre é uma atividade que todos gostamos nesta época do ano e que é uma delícia, sempre que seja feito com cuidado e levando em conta uma série de precauções.

E as altas temperaturas podem promover o crescimento de bactérias nos alimentos, portanto, é preciso ser extremamente cuidadoso para evitar qualquer susto e para que os alimentos que consumimos sejam seguros também ao ar livre. Trata-se de dez conselhos elaborados pela Agência de Segurança Alimentar e Nutricional para que possamos desfrutar de uma refeição ao ar livre sem preocupação:

  • Mantenha uma higiene correta. É importante lavar as mãos com sabão e água limpa antes de manipular qualquer alimento e depois de manipular alimentos crus.
  • É aconselhável levar uma garrafa de água, caso o lugar onde vamos não tenha água potável, já que assim poderemos lavar as mãos. Do mesmo modo, é preferível secá-las com um pano de apenas um uso ou guardanapo de papel descartável.
  • Evite misturar alimentos. No momento de preparar ou manipular alimentos, é vital separar os crus ou prontos para consumo, além de usar pratos, garfos e facas diferentes.
    Dicas Para Uma Alimentação Saudável e Segura Fora de Casa
  • Lave sempre as frutas e verduras antes de comer. Deve-se limpar corretamente todas as frutas e verduras que vamos consumir, inclusive aquelas com casca não comestíveis ou que vamos descascar.
  • Não utilize alimentos que contenham ovos crus. Evite maionese e molhos feitos com ovo quando for comer ao ar livre. Se formos cozinhar o tão útil omelete, é preciso coalhar bem e mantê-lo o tempo todo na geladeira até sair de casa.
  • Da mesma forma, mantenha sempre os alimentos na geladeira até o momento de sair de casa. Se o alimento é cozido, leve-os para fora no último minuto e, em seguida, coloque em um refrigerador ou isopor portátil.
  • Use recipientes adequados e bem fechados para cada alimento. É conveniente separar os alimentos crus dos cozidos e evitar que possam se desprender líquidos que possam contaminar outros produtos.
  • Manter a cadeia do frio. Trata-se de conservar a temperatura dos alimentos. Então, antes de sair de casa, como já observamos, você deve guardar os alimentos frios que precisam do frio em um refrigerador. É recomendável o uso de compressas frias no referido refrigerador ao invés de cubos de gelo, já que estes últimos podem derreter e fazer com que a água entre em contato com os alimentos. Além disso, o refrigerador deve estar sempre à sombra.
  • Os alimentos devem ser guardados no refrigerador, antes de serem consumidos ou cozidos.
  • Sempre deve-se utilizar madeira adequada para fazer um churrasco. Por isso, é preferível usar madeira não resinosa de primeiro uso, sem restos de vernizes nem tintas.
  • Cozinhe muito bem a carne e o peixe. Tanto a carne como o peixe devem permanecer no refrigerador até o momento de serem preparados, que será quando as brasas estiverem prontas.
  • Não se deve queimar muito a carne, porque podem aparecer substâncias cancerígenas. Pode ser de ajuda realizar pequenos cortes nos alimentos para garantir que estejam bem cozidos por dentro. A cor deve ser uniforme em toda a superfície do produto.
  • Finalmente, você deve utilizar diferentes pinças e bandejas para os alimentos crus e cozidos, quando vai realizar um churrasco.

Para mais informações, não deixe de ler também: “Alimentação Saudável é Sinônimo de Saúde“.