O Chocolate Escuro E Seus Benefícios Para A Saúde

É verdade que o chocolate é bom para a saúde? Depende de qual. A investigação continua reafirmando que comer uma pequena quantidade de chocolate escuro pode oferecer benefícios, especialmente para o coração. No entanto, comê-lo em excesso pode promover excesso de peso e, assim, anular todo o seu potencial positivo.

Por trás deste delicioso pedaço de chocolate que você vai levar à boca, há uma história fascinante. É obtido a partir dos grãos da árvore do cacau, que, segundo a lenda, era a árvore mais bela do paraíso dos astecas, a qual lhe atribuíam muitas virtudes, como saciar a fome e a sede, fornecer sabedoria universal e curar várias doenças. Para os maias, no entanto, o cacau simbolizava vigor físico e longevidade, o consideravam relaxante, estimulante e revigorante. Também usavam a manteiga de cacau para curar as feridas.

Durante muito tempo, o chocolate era consumido amargo e até mesmo com pimentas, mas ao longo dos anos a sua produção e preparação mudaram: têm adição de açúcar, baunilha e leite, por exemplo, até conseguir a variedade de sabores que conhecemos atualmente. O problema é que estes novos ingredientes e sabores também lhe adicionam gorduras e açúcares que o convertem em um alimento que pode ameaçar qualquer dieta. Por isso, hoje, para muitos, o chocolate é algo como um fruto proibido.

O Chocolate Escuro e Seus Benefícios Para a Saúde

No entanto, o cacau conserva propriedades saudáveis e não deveria ser algo proibido. Na verdade, vários estudos de curto prazo mostram que o chocolate é bom para o coração, para pressão alta e para depressão, por exemplo. Existem diferentes tipos de chocolate e os mais saudáveis - dizem as pesquisas - são os escuros, que têm mais quantidade de cacau e não incluem produtos gordurosos agregados, como leite ou óleo vegetal parcialmente hidrogenado.

Leia também: "Cacau: Benefícios de Comer Chocolate Preto".

Isto é porque o cacau contém flavonoides antioxidantes - semelhantes, por exemplo, aos que contém o chá verde, uvas vermelhas, morangos e vinho -, que protegem as células. Lembre-se que os antioxidantes são compostos naturais que se encontram em vegetais, frutas, nozes e grãos, que são necessários para proteger o corpo contra o envelhecimento causado pelos radicais livres.

No que diz respeito às gorduras, o chocolate contém um terço do ácido oleico, um terço de ácido esteárico e um terço de ácido palmítico. O ácido oleico é uma gordura monoinsaturada saudável que também se encontra no azeite de oliva e óleo de coco, o ácido esteárico é uma gordura saturada que tem um efeito neutralizador sobre o colesterol e o ácido palmítico é o menos saudável dos três, porque é uma gordura saturada conhecida por elevar o colesterol de baixa densidade, conhecido como LDL por suas siglas em Inglês (que é o colesterol "ruim").

Por isso, as melhores alternativas para obter um alto teor de flavonoides são os chocolates com maior teor de cacau, ou os mais "escuros". Lembre-se que o teor de flavonoides reflete o nível de cacau sem gordura presente em um chocolate.

Por exemplo, o chocolate com leite, apesar da sua textura cremosa e sabor suave, não oferece muitos flavonoides, porque apenas contém 6% de cacau sem gordura. O chocolate preto, no entanto, contém 23% de cacau sem gordura. No entanto, o que supera todos eles é o cacau sem açúcar, que contém 82%.

Em resumo, se você quer desfrutar do delicioso chocolate, cuidar da sua saúde e evitar o excesso de peso, a chave está em controlar a quantidade que come e aprender a ler os rótulos: escolha sempre os chocolates com maior teor de cacau e menos gorduras e ingredientes adicionados. Agora, aproveite esse rico chocolate e se dê um gosto, enquanto continua cuidando da sua saúde!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Confira Mais Sobre Esse Assuto