Considerado um dos vegetais mais saudáveis ​​do planeta, a couve volta a estar na moda e promete desbancar o espinafre por sua grande oferta de nutrientes, rica em fibras e também não tem calorias. Não é uma das verduras mais famosas nem consumidas, mas há tempos dá o que falar entre os vegans e aqueles que procuram energia natural nos alimentos. Pode ser usado em diferentes preparações e o melhor de tudo é que tem um sabor muito agradável.

O nome científico que recebe esta verdura é Brassica oleracea e é nativa da Ásia Menor, de onde chegou à Europa por volta de 600 dC. Comumente a chamam kale em inglês e “couve verde”, “couve-flor” ou “repolho” em espanhol. São da família das couves como brócolis, couve-flor e couve de Bruxelas. Duas variedades são conhecidas, “ornamental” e “Dinossauro”, que foram cultivadas pela primeira vez nos Estados Unidos na década de oitenta.

Apesar de não desfrutar da popularidade dos seus semelhantes, na Europa é usado desde sempre e o boom ocorreu nos Estados Unidos, onde se prepara em sucos super nutritivos. A história relata que na Inglaterra, durante a Segunda Guerra Mundial, a couve foi chave para manter a população britânica saudável, porque proporcionava a maior parte dos nutrientes que faltavam pela escassez de alimentos. Em última análise, foi sempre muito consumida como uma grande verdura que contém muitas propriedades.

Propriedades e Benefícios da Couve

Propriedades, benefícios e nutrientes da couve:

  • É pobre em calorias, rico em fibras e tem zero de gordura. Uma xícara de couve tem apenas 36 calorias, 5 gramas de fibras e 0 gramas de gordura.
  • É ideal para ajudar na digestão e na eliminação por seu alto teor de fibra.
  • Fornece vitaminas, ácido fólico e magnésio.
  • Alto teor de ferro, mais do que a carne.
  • Contém vitamina K que ajuda a proteger contra vários tipos de câncer, saúde óssea e na prevenção da coagulação do sangue.
  • É um poderoso antioxidante.
  • É um ótimo alimento anti-inflamatório. Também ajuda a artrite, a asma e os distúrbios auto-imunes.
  • Ajuda a diminuir os níveis de colesterol.
  • Rica em vitamina A, boa para os olhos, a pele, assim como para ajudar a prevenir o câncer de pulmão e da cavidade oral.
  • Alto teor de vitamina C, útil para o sistema imunológico, o metabolismo e a hidratação.
  • Alta em cálcio, muito mais do que o leite.
  • Tem um alto teor de água e baixo teor de sódio.
  • Fornece níveis significativos de vitaminas B1, B2, B6 e E.

Couve: preparação e como se consome:

A couve pode ser consumida tanto crua como cozida. Na primeira forma é ideal para combinar em sucos no liquidificador junto com outros vegetais, frutas ou sementes. Também é usada em saladas, cortada bem fina, já que suas folhas são um pouco grossas. É o melhor substituto para a alface.

Cozida se consome como o espinafre ou a acelga: em bolos, tortas, suflês, bolinhos, refogados ou cozidos, no vapor ou assados​​.

Os nutricionistas recomendam incluir uma xícara e meia de couve em sua dieta duas vezes por semana. Este vegetal deve estar firme e de cor intensa. Em seguida, deve ser armazenada na geladeira em sacos plásticos para que não perca os seus nutrientes e que suas folhas permaneçam frescas. Dura até 5 dias na geladeira.

A couve é a melhor opção para incluir na alimentação da família, já que com todos os seus nutrientes pode substituir algumas carnes. Hoje se consegue em locais selecionados, mas, se você ganhar, também pode cultivar em casa.