As ervilhas tornaram-se famosas como protagonistas de um fato histórico. Sabe-se que Gregorio Mendel provou suas leis de herança genética utilizando esta leguminosa. No entanto, as ervilhas são vegetais ricos em propriedades e benefícios. Entre eles, apenas como introdução, a capacidade de formar os ossos e de prevenir o envelhecimento prematuro.

Planta baixa em calorias, as ervilhas incorporam um elevado nível de propriedades antioxidantes que têm a capacidade de neutralizar os radicais livres, responsáveis pelo ataque celular e o envelhecimento prematuro.

As ervilhas podem oferecer muitos benefícios graças ao seu elevado teor de minerais. Entre eles se encontram o cálcio, o fósforo, o ferro e o potássio, além do enxofre. Estes minerais contribuem para a adequada formação de tecido.

Propriedades e Benefícios da Ervilha

As ervilhas são também ricas em proteínas vegetais, como a vitamina A, que é a responsável pela formação dos ossos; a vitamina K, que ativa a proteína capaz de ajudar a absorção de cálcio; vitaminas do complexo B, que contribuem para o metabolismo celular e são responsáveis pela produção de energia; vitamina C, que é um poderoso antioxidante natural que contribui para o processo de cura e, se isso não bastasse, esta planta é rica em ácido fólico, substância essencial para a formação e o funcionamento do sistema nervoso.

A redução dos níveis de colesterol e de açúcar no sangue também se encontram entre os benefícios das ervilhas. Seu alto teor de fibra solúvel não apenas controla os níveis de colesterol, mas ajuda para uma adequada gestão do sistema digestivo.

Leia também: "Ameixa: Propriedades e Benefícios".

Propriedades das Ervilhas:

As ervilhas são utilizadas diariamente na elaboração de diversos pratos que vão desde saladas frias até sofisticadas sopas quentes. Graças ao seu sabor e sua textura, este vegetal adiciona sabores exóticos para qualquer prato, o que lhe dá propriedades gastronômicas muito interessantes, além dos muitos benefícios para a saúde que já comentamos.

As ervilhas pertencem ao grupo dos legumes. Podemos encontrá-la basicamente em duas variedades: uma de grãos pequenos e outra de grãos grandes. É um alimento de fácil digestão o que, naturalmente, facilita o trabalho do sistema digestivo. Além de nutritivo, este vegetal é altamente apreciado na cozinha. É o companheiro ideal para qualquer guisado ou sopa.

Leia também: "Pepino: Propriedades e Benefícios Para a Saúde".

Benefícios das Ervilhas:

Embora já tenhamos mencionado neste artigo muitos dos benefícios deste vegetal, vamos analisar com um pouco de detalhes os principais:

Controle de Peso. Uma xícara dessa leguminosa tem menos de 100 calorias e um baixo índice glicêmico. Portanto o consumo, mesmo em excesso, deste vegetal, não fará com que você engorde. São baixas em gordura e tem um elevado teor de ômega-3, betacaroteno, minerais e vitaminas A, B, C, e E.

Prevenção das Doenças Cardíacas. Os problemas de pressão arterial e do funcionamento geral do coração podem ser prevenidos com a ajuda e o consumo regular de ervilhas. Estas atuam como anti-inflamatório e antioxidante, o que permite eliminar as células mortas, favorecendo o fluxo sanguíneo.

Alguns elementos presentes neste vegetal, como zinco, complexo B, ácido fólico e homocisteína, previnem o estresse oxidativo e a inflamação das vias circulatórias, reduzindo a possibilidade de doenças coronárias e vasculares. A luteína e a niacina, também presentes nesta leguminosa exercem um papel importante, já que incidem na saúde e bem-estar do coração, mas também atuam controlando os níveis de colesterol, triglicérides, induzem a redução do LDL e aumentam o HDL.

Visão Saudável. A luteína que, como já dissemos, está presente em grandes quantidades nas ervilhas, promove a saúde dos olhos, agindo como um filtro que impede que a radiação nociva afete o sentido da visão. Este tipo de radiação, proveniente do sol, tem consequências graves na região macular da retina. Por isso, é conveniente comer diariamente, pelo menos, 10 mg de luteína.

Dado que o nosso organismo não pode produzir luteína de forma natural, a contribuição das ervilhas pode impedir que, em um dado momento, possamos sofrer uma perda de visão. Para obter 10 mg de luteína diariamente é suficiente consumir 25 gramas de ervilhas por dia.

Fortalecimento do Sistema Imunológico. Manter o corpo fortalecido em todos os seus sistemas não apenas é bom para a saúde, mas também para continuar realizando atividades físicas que exigem alto consumo de energia. Tanto cruas como cozidas, as ervilhas proporcionam um alto teor de vitamina C, um dos principais responsáveis para a saúde e o bom funcionamento do sistema imunológico, já que apoiam a absorção de ferro no sangue.