O coração não apenas sofre de indiferença, uma má alimentação pode levar, de fato, a algum problema mais grave que a própria tristeza no final de uma relação. E é que nos alimentarmos bem é fundamental se queremos completar muitos anos e fazê-lo com uma saúde de ferro.

Existem alimentos melhores e piores. O problema é que muitas vezes nem nós mesmo estamos conscientes das qualidades desses alimentos que ingerimos e comemos sem prestar atenção aos benefícios (ou não) que essa comida terá sobre a nossa saúde. Por isso, hoje te apresentamos 15 superalimentos bons para o coração e que você tem que incluir em sua dieta se você quer se cuidar ao máximo e evitar sofrer algum problema cardiovascular.

Alimentos que Fazem Bem ao Coração:

1. Aveia. A aveia é um desses alimentos tão bons que quase não é possível encontrar falhas. Um dos seus benefícios é seu alto teor de fibras, o que pode ajudar a reduzir o colesterol, já que atua como uma esponja no intestino, de modo que absorve o colesterol e ajuda a expulsá-lo e, assim, não passa para a corrente sanguínea.

2. Salmão. Você já deve ter ouvido milhares de vezes como é benéfico o salmão e não existe dúvida quando se trata de bons alimento para o coração, este peixe, juntamente com outros também gordos, como a sardinha e cavala, são reis.

Quinze Superalimentos Bons para o Coração

Isto se deve ao seu alto teor de ácidos graxos ômega 3, que ajudam a reduzir significativamente os níveis de colesterol e triglicerídeos, melhorando a elasticidade dos vasos sanguíneos e evitando que se acumulem depósitos de gordura prejudiciais nas paredes das artérias. Por isso, em comunidades onde o consumo deste tipo de peixe é elevado (como os esquimós), a incidência de doenças cardiovasculares é drasticamente reduzida.

3. Chocolate Preto. Acabamos de levar alegria para a sua vida? Sim, o chocolate preto pode ser muito bom para a saúde, e no que se refere ao coração, mas é assim se falamos apenas do chocolate preto. Diferentes estudos têm demonstrado que o chocolate com, pelo menos, 60% ou 70% de pureza ajudam a restaurar a flexibilidade das artérias.

Por outro lado, também evita que os leucócitos se grudem nas paredes dos vasos sanguíneos, por isso você já não tem desculpa para se privar do seu sabor, se o que você quer é cuidar da sua saúde.

4. Mirtilos. Seguimos falando, inevitavelmente, do quanto nos fascinam os mirtilos. E não apenas os mirtilos, mas também os morangos e outras bagas de cor, porque um estudo realizado pela American Heart Association descobriu que as mulheres entre 25 e 42 anos que consomem esses frutos de forma regular reduzem em até 32% o risco de sofrer doenças cardiovasculares.

Isto se deve ao fato de que os mirtilos e os morangos contêm altos níveis de flavonoides dietéticos. De acordo com esse estudo, uma classe de flavonoides chamados antocianinas poderia ajudar a dilatar as artérias e proporcionar outros benefícios para o coração.

Leia também: “Mirtilos: Benefícios Para o Coração“.

5. Tomates. O tomate, tão comum em nossa dieta mediterrânea, é um dos alimentos mais saudáveis e completos que você pode incluir em sua dieta. São ricos em potássio, o qual é benéfico para o coração, mas também são uma fonte de licopeno antioxidante, um carotenoide que pode ajudar a eliminar o colesterol “ruim” ou LDL e assim reduzir o risco de um ataque cardíaco. E são baixos em calorias, em açúcares e deliciosos.

6. Abacate. Os suaves e deliciosos abacates têm ganhado uma reputação bem merecida no imaginário dos alimentos saudáveis. São ricos em gorduras monoinsaturadas, por isso contribuem para diminuir os fatores de risco de sofrer problemas cardíacos, como o colesterol ruim. Além disso, contêm antioxidantes e potássio, por isso são ideais para acompanhar suas saladas, para fazer guacamole ou diretamente para comê-los sozinhos.

7. Frutas Cítricas. De acordo com um estudo recente, as mulheres que consomem grandes quantidades de flavonoides presentes em laranjas e toranjas têm um risco 19% menor de acidente vascular cerebral isquêmico (os causados por um coágulo) do que aquelas que não tomam esta fruta de forma habitual.

Além disso, os cítricos também são ricos em vitamina C, também relacionada com a redução de doenças cardíacas. No entanto, antes de saltar de cabeça no mundo maravilhoso dos cítricos, consulte o seu médico se você tem problemas cardiovasculares, pois existem produtos de toranja que podem interferir com a ação de medicamentos redutores do colesterol.

Então, você já sabe, tomará um suquinho todas as manhãs com mais vontade do que nunca.

8. Azeite de Oliva. Como o abacate, o azeite de oliva é rico em gorduras monoinsaturadas, daí que seu uso seja tão recomendado e benéfico. E há estudos que revelam que, seguir a dieta mediterrânea (baseada em um alimentação rica em cereais, frutas, verduras, frutos secos e azeite de oliva) pode reduzir em 30% o risco de sofrer problemas cardiovasculares. Então não se esqueça de adicionar um pouco de azeite em seus pratos.

9. Batatas. Você já pode começar a dar saltos de alegria, porque a boa notícia é confirmada: as batatas são boas para o coração. Obviamente, isso não significa que, se as banhar em sal, óleo, ou em mil molhos diferentes serão o menu mais saudável que você pode comer, mas a batata em si não tem nada de ruim, ao contrário do que se poderia pensar.

Porque as batatas são ricas em potássio, que pode ajudar a baixar a pressão arterial e também são ricas em fibras, com isso tem um efeito similar ao que te contamos sobre a aveia. Definitivamente, as batatas bem feitas não são fast food em absoluto.

10. Romã. Esta contém numerosos antioxidantes, assim como polifenóis e antocianinas, que promovem a melhora do fluxo sanguíneo para o coração. Talvez seja o momento de dar uma oportunidade para esta fruta, tantas vezes esquecida.

11. Vinho Tinto. Sempre é dito que um copo de vinho por dia é bom para a saúde e não é nenhuma lenda urbana. O motivo é que os antioxidantes que contém ajudam a prevenir doenças cardiovasculares, já que aumentam os níveis do chamado colesterol bom, provocando um efeito protetor das artérias.

Claro que, como sempre, quase tudo é bom se é consumido com moderação. Beber quantidades maiores, na verdade, poderia aumentar o risco de sofrer problemas cardíacos.

12. Legumes. Os legumes como lentilhas ou feijão são uma grande fonte de proteínas, mas, melhor ainda, sem a pouco saudável gordura que pode aparecer em outros alimentos ricos em proteínas. Um estudo revelou que aquelas pessoas que comem pelo menos 4 vezes por semana este tipo de alimento, têm um risco 22% menor de desenvolver doenças cardíacas do que aquelas que consumem menos de uma vez por semana. Então você já sabe, anime-se a comer legumes em saladas ou como prato principal. Deliciosos e saudáveis!

13. Soja. A soja é maravilhosa, não apenas tem muitos benefícios para a saúde, mas também tem mil aplicações nas refeições. Tanto se você comer em saladas, como em forma de tofu ou leite, é uma ótima ideia, se você deseja adicionar à sua dieta proteínas sem gorduras pouco saudáveis nem colesterol.

Os produtos de soja contêm gorduras poli-insaturadas, fibras, vitaminas e minerais e tem sido demonstrado que podem reduzir o nível da pressão sanguínea, assim como reduzir o colesterol ruim. O que mais você precisa para se render ao seu encanto?

Leia também: “Dez Alimentos Recomendados Para o Coração“.

14. Amêndoas. Na verdade, quase todos os frutos secos são bons para o coração: amêndoas, pistache, macadâmia. Isso se deve ao fato de que são ricas em gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas (que reduzem o nível de colesterol LDL ou “ruim”). Também contêm vitamina E (um fantástico antioxidante), fibra, proteína, ácido fólico…

Você já sabe, esqueça de rejeitar os frutos secos, porque você pensa que engordam muito, pois são muito saudáveis e combinam perfeitamente com os seus pratos, assim como apenas no aperitivo. Claro, tente buscar as variedades sem adição de sal.

15. Café. Sim, você leu bem: o café. Existem estudos que têm demonstrado que tomar café de forma abundante (cerca de seis xícaras por dia) pode ajudar a diminuir em 10% ou 15% os ataques cardíacos. Sem ir a tais extremos, existem outros estudos que dizem que um par de xícaras por dia também podem ter esse efeito benéfico, embora não se saiba muito bem de onde procede.

Por isso, devemos reconhecer que não somos particularmente muito a favor do abuso do café até chegar a tomar seis xícaras por dia, especialmente quando acabamos de apresentar uma lista das mais variadas de alimentos bons para o coração. E você, qual deles escolheria? Não se esqueça de incluí-los em sua dieta!