A síndrome da má absorção de frutose não nos impede de levar uma vida normal, mas pode dar lugar a alguns problemas. Podemos evitá-los com o tratamento dietético correto. A frutose é uma substância presente em um grande número de alimentos e, paradoxalmente, às vezes o nosso organismo é incapaz de absorvê-la corretamente. Sugerimos alguns alimentos adequados para esta síndrome.

O Que é a Síndrome da Má Absorção de Frutose?

A síndrome da má absorção de frutose se produz devido à falta de receptores na mucosa intestinal que transportem este açúcar e atravessem a parede até o interior. A frutose não absorvida avança pelo intestino até o cólon, onde reage com a probiota intestinal, resultando em gases que provocam dor, inchaço, cólicas, diarreia e distensão abdominal.

Se não for remediada rapidamente, podem aparecer transtornos de maior gravidade, como a deficiência de outros nutrientes; em particular, os mais afetados são o ferro, o cálcio, o ácido fólico, o zinco, o triptofano, e as vitaminas C e E.

Para compreender todo esse processo, devemos saber o que é exatamente a referida frutose. Trata-se de um carboidrato de absorção rápida que consiste em uma única molécula (ou seja, é um monossacárido), e, portanto, não é preciso digerir. Ligada à glicose compõe a sacarose, ou seja, o açúcar comum. Portanto, todos os produtos açucarados contêm frutose.

Saiba o que é Má Absorção a Frutose e Alimentos Indicados Para Intolerância Frutose

Leia também: “Quais Os Alimentos Que Contêm Frutose? E Quais São Seus Benefícios?“.

Dieta Adequada Para Uma Má Absorção de Frutose:

Encontramos em produtos como mel, frutas, algumas verduras, xarope de milho e maioria dos alimentos processados. No entanto, cada pessoa possui um nível diferente de tolerância a esta substância, por isso sua alimentação deve variar em função da mesma.

O melhor, neste caso, é procurar um profissional, que nos recomendará uma dieta específica para a síndrome da má absorção de frutose, formada por alimentos sem frutose ou com um nível muito baixo da mesma. Por exemplo, verduras como brócolis, espinafres, aipo, agrião, cogumelos, escarola, alface, endívias ou são adequados, sempre cozidos para eliminar a frutose que podem conter. Por outro lado, os alimentos de origem animal estão livres desta substância, sempre e quando não sejam processados.

Quanto às frutas, as melhores são laranja, morango, amora, uva, limão, banana, abacate e melão. Por outro lado, convém evitar as maçãs, peras, cerejas, pêssegos, ameixas e damascos. Também ficam proibidos os refrigerantes, os sucos artificiais, os doces e as bebidas alcoólicas.

A melhor forma de diagnosticar esta síndrome é o teste de hidrogênio no hálito. Uma vez diagnosticada, devemos procurar um dietista ou nutricionista que nos ajude a criar uma dieta especial baseada em alimentos que não contenham esta substância. É essencial que o especialista supervisione a nossa nova alimentação e avalie o nível de frutose que podemos tolerar.

Para mais informações sobre os perigos da frutose, recomendamos a leitura do nosso artigo “Os Perigos da Frutose e Como Evitá-la“.

Você conhecia a síndrome da má absorção de frutose? Costuma incluir esse tipo de alimentos em sua dieta diária?