As sementes de chia são ricas em ácidos graxos insaturados e linoleico, que não são produzidos naturalmente no organismo e, por conseguinte, é preciso ingeri-los através dos alimentos. Estas sementes também contêm triglicérides de cadeia longa (LCT) que ajudam a reduzir o colesterol aderindo às paredes das artérias.

A chia é rica em ácidos graxos essenciais ômega-3, razão pela qual é recomendada como complemento de tratamentos para reduzir o colesterol ruim (LDL) e triglicérides. Também fornece antioxidantes, fibras, proteínas, vitaminas B1, B2, B3, e minerais (fósforo, cálcio, potássio, magnésio, ferro, zinco e cobre).

Este “alimento saudável” é rico em fibras dietéticas, a cada 100 gramas de chia se consome 27,6 gramas de fibra o que equivale a 100% da dose diária recomendada para uma pessoa adulta.

Este fornecimento de fibra tem a capacidade de aumentar o volume de fezes ao absorver grandes quantidades de água, por conseguinte, os resíduos passam menos tempo no sistema digestivo, regula os movimentos intestinais prevenindo como consequência a constipação, o câncer do cólon e a diverticulose. Além disso, a fibra impede a total absorção dos açúcares e das gorduras.

Sementes de Chia em Sua Dieta Para Reduzir e Regular o Colesterol

Graças a estas funções, a contribuição de fibra da Chia ajuda a prevenir muitas doenças, como diabetes e doenças cardiovasculares.

Leia também: “Sementes de Chia: Propriedades e Benefícios“.

Como Consumir a Chia

Gelatina: você tem que colocar de molho por meia hora uma parte de sementes de chia com 10 partes de água mineral. Uma vez conseguida a gelatina, é possível utilizá-la em diversas refeições e conservá-la no congelador durante vários dias.

Panificação: você pode adicionar sementes de chia na farinha com a qual você elabora os produtos de panificação, você simplesmente tem que adicionar 3-4 colheres de sopa por quilo de farinha e assim conseguir preparações mais nutritivas.

Óleo de Chia: você pode comprar óleo de chia, este é o mais rico em ômega-3 do que as sementes de qualquer outro óleo, porque ele é elaborado com a primeira prensagem das mesmas.

Sementes polvilhadas nos alimentos: adicione as sementes em suas saladas, molhos, carnes e no prato que desejar para aumentar o seu valor nutricional e dar-lhes um toque diferente de sabor.