A gota é uma condição que afeta principalmente as articulações, mas não só isso, também pode ocorrer em algumas áreas moles. É causada por níveis elevados de ácido úrico no nosso organismo, que terminam formando alguns micro-cristais que produzem inflamação e fortes dores.

Esses altos níveis de ácido úrico que causam os ataques de gota se devem principalmente à má nutrição, embora existam outros fatores determinantes, como pode ser a genética. Dentro do que chamamos de “má alimentação” nos referimos ao excesso de consumo de purinas, geralmente em carnes vermelhas, frutos do mar e molhos.

Leia também: “Gota: Causas e Como Combater Através de Uma Alimentação Saudável e Remédios Naturais“.

Esta certamente não é uma nova doença, é conhecida desde sempre, e são muitos os personagens históricos que a sofreram.

Aquelas pessoas que sofreram um ataque de gota (geralmente ocorre mais em homens do que em mulheres, e existem mais probabilidades de sofrê-la uma vez que passaram dos 30 anos) voltarão a ter outro, a menos que estejam dispostos a se cuidar, especialmente controlando a dieta. Os medicamentos atuais também ajudam neste trabalho, no entanto, se estes não forem acompanhados de dieta servem muito pouco. Estes medicamentos conseguem não apenas reduzir o número de ataques, mas também a intensidade destes.

A Que se Deve o Ácido Úrico Alto e a Gota?

O importante não é se colocar em uma dieta rigorosa, o nosso objetivo não é perder peso, é manter o nosso organismo de maneira equilibrada e com um peso normal. Com a medicação poderíamos inclusive em alguma ocasião dar-nos um capricho, mas sempre maneira controlada.

Alguns alimentos suscetíveis de afetar negativamente os níveis de ácido úrico são bebidas alcoólicas, bebidas açucaradas, como refrigerantes, carne vermelha, alguns peixes, frutos do mar, frituras, legumes e cereais em excesso.

Mas também podemos seguir algumas recomendações quanto ao que ingerimos, como beber muito líquido, alimentos que contenham vitamina C, laticínios também podem ser benéficos.