O que é alergia alimentar?

As alergias são uma reação do sistema imunológico a determinadas substâncias que, na ausência desta sensibilidade “especial”, são inofensivas. Estas reações podem ser inatas ou adquiridas.

Alergias alimentares são aquelas produzidas pela ingestão de substâncias a que são alérgicas (alérgenos). Os sintomas podem aparecer em minutos ou até duas horas após a ingestão de alimentos. Em alguns casos, os sintomas podem não ocorrer até que se passem  um ou dois dias depois.

Causas:

A reação alérgica pode ser causada pela ingestão de alimentos ou substâncias.

Os alimentos mais comumente envolvidos em alergias são: leite de vaca, ovos brancos, trigo, soja ou gergelim, castanhas, nozes, amendoins, amêndoas, sementes de girassol, peixe e marisco, melões, chocolate.

Sintomas:

  • Diarreia (comum).
  • Dor abdominal (comum).
  • Flatulência e inchaço (comum).
  • Erupções cutâneas.
  • Urticária.
  • Prurido.
  • Inchaço da face (especialmente os lábios), mãos e pés.
  • Febre do feno, asma, tosse.
  • Náuseas e vômitos.
  • Dor de cabeça, enxaqueca.
  • Desmaio ou tontura.

Fatores de risco:

Outros problemas com alergias, histórico familiar ou alergia a qualquer alimento.

Alergia Alimentar

Prevenção:

Identificação e eliminação dos alérgenos alimentares.

Os bebês que são iniciados em alimentos sólidos em uma idade mais avançada tendem a ter menos alergias.

Diagnóstico e tratamento:

Medidas Gerais: elimine alimentos suspeitos da sua dieta por duas semanas (ou até que os sintomas desapareçam) e, em seguida, introduza o alimento de volta um por um para ver se os sintomas retornam.

O teste de pele pode ser útil para identificar os causadores de alergia de alimentos, mas muitas vezes dão falsos positivos (isto é, você obterá positivo na análise de certos alimentos, mas não necessariamente será alérgico a ele).

Pacientes com alergias graves a determinados alimentos devem ser extremamente cuidadosos para evitar tais alimentos.

Aplicar uma seringa contendo epinefrina em caso de ingestão acidental de alimentos prejudiciais se ocorrer uma reação alérgica.

Considere manter um bracelete de alerta médico ou uma medalha no pescoço, indicando o seu problema de alergia.

Medicação: não há medicação disponível para o tratamento de alergias alimentares, no entanto, o médico pode prescrever um determinado medicamento para aliviar alguns sintomas.

Atividade: não há restrições.

Dieta: evite alimentos que causam alergia. Por favor, leia os rótulos dos alimentos.

Possíveis complicações:

Reações anafilácticas (dificuldade em respirar, irregularidades cardíacas, queda repentina da pressão arterial e colapso).

Reação com urticária ou eczema.

Asma brônquica.

Inflamação dos intestinos (sintomas gastrintestinais).

Prognóstico:

As crianças muitas vezes desenvolvem uma hipersensibilidade a determinados alimentos com a idade de dois a quatro anos. Adultos com hipersensibilidade a determinados alimentos (leite, especialmente, peixes, crustáceos e nozes) são menos propensos a desenvolver uma alergia.