O que é alergia infantil?

A alergia é definida como uma situação onde a capacidade do corpo está prejudicada, respondendo de uma forma exagerada à uma substância, que outros indivíduos, normalmente não reagem.

 

  • Se os mecanismos são baixos, existe uma deficiência imunológica.

 

 

  • Mas se os mecanismos estão alterados, temos uma reação alérgica, por isso podemos dizer que a alergia é um mecanismo de defesa.

 

Causas:

 

  • No ar que respiramos podemos encontrar o pólen de plantas, poeira doméstica, mofo e pelos de animais.
  • Alimentos como peixe, ovos e nozes.
  • Medicamentos como a penicilina e a aspirina.
  • Picadas de inseto como uma abelha.
  • Cosméticos e produtos industriais que entram em contato com a pele.
  • A alergia não é uma doença congênita, ou seja não se nasce com ela.

Sintomas:

Os órgãos mais afetados são os olhos, nariz, pele e vias respiratórias, ou seja, os órgãos que estão expostos no ambiente e os sintomas variam dependendo do órgão afetado.

  • Gastrointestinais: podem ocorrer diarreia e dor abdominal.
  • Olhos: vermelhidão pode aparecer.
  • Nariz: tem uma secreção de muco aquoso e prurido.
  • Pele: eczema aparece.
  • Pulmões: existe uma obstrução dos brônquios.
  • A reação alérgica nos olhos é conhecida como conjuntivite, nariz, rinite, na pele pode ser dermatite, trato respiratório pode ser bronquite, laringite e asma.

Prevenção:

Se não for tratada a tempo, as alergias podem ser progressivas. Durante a gravidez deve se evitar a exposição ao fumo. Outra medida preventiva é evitar uma possível exposição aos alérgenos ambientais.

Diagnóstico e tratamento:

Hoje, as alergias podem ser tratados de duas maneiras:

 

  • Medicamentos: são divididos em dois grupos, preventivo e sintomático. Medicina preventiva: como o próprio nome sugere evita, mas não retira os sintomas. Corticoides inalatórios são os mais eficazes e geralmente têm zero de efeitos adversos. Medicações sintomáticas: acalmam os sintomas, mas não curam, por exemplo, anti-histamínicos, corticosteroides, broncodilatadores e antibióticos. Hoje temos um número de anti-histamínicos chamados de segunda e terceira gerações, que têm a vantagem de não causar depressão no sistema nervoso central, não causar sonolência, não alterar a concentração de crianças nas escolas e também podem ser usados por muito tempo sem riscos.
  • Controle Ambiental: muito importante, tentar controlar o meio ambiente tanto quanto possível, por isso temos de evitar a poeira doméstica, mudanças bruscas de temperatura, fumo de cigarro, porque se os pais fumam, as crianças nunca ficarão livre da alergia.