O Que é Ataque de Pânico ou Hiperventilação?

É uma respiração muito rápida em resposta ao estresse ou ansiedade.

Isso faz com que os pulmões eliminem dióxido de carbono do sangue muito rapidamente, provocando no sangue um estado de acidez.

É uma condição temporária e é facilmente tratada, uma vez feito o diagnóstico correto.

Causas

A ansiedade é a principal causa de hiperventilação.

Raramente hiperventilação é causada ou acompanhada de febre, doença pulmonar ou cardíaca, ou danos graves.

Sintomas

• Respiração rápida.

• Dormência, formigamento e tremores ao redor da boca, mãos e pés.

• Fraqueza ou desmaio.

• Espasmos musculares ou contrações na boca, mãos e pés.

• Desmaio (ocasionalmente).

• Dores no peito.

• Tonturas ou confusão mental.

Fatores de Risco

• Subjacente conflitos emocionais (medo ou fobias).

• Estresse.

• Sentimentos de culpa.

• Fadiga ou hiperatividade.

• Doença.

• Tabagismo.

• Consumo excessivo de álcool.

• Os medicamentos estimulantes (anfetaminas e ecstasy) produzem com facilidade.

Leia também: “Remédios Caseiros Para a Hiperventilação“.

Prevenção

Evitar situações que produzem ansiedade.

Reduzir o estresse na sua vida diária (aprender técnicas de relaxamento, meditação, etc.).

Diagnóstico e Tratamento

Diagnóstico:

O diagnóstico foi baseado em sintomas clínicos, após a exclusão de qualquer condição que pode assemelhar-se, tais como:

  • ataque cardíaco por ECG.
  • distúrbios respiratórios (utilizando um gás de sangue para análise).
  • distúrbios metabólicos (usando uma análise geral).

Tratamento:

Durante o ataque, siga as instruções abaixo para aumentar o dióxido de carbono no sangue e aliviar os sintomas:

• Cobrir a boca e o nariz completamente com um saco de papel plástico (também é usado, mas menos seguro).

• Respire lentamente no saco e volte a respirar o mesmo ar (o ar do saco que contém dióxido de carbono adicional).

• Tente manter o ar nos pulmões, contra a “necessidade” para removê-lo imediatamente.

• Respire lentamente dentro e fora do saco por pelo menos 1 a 3 minutos.

• Coloque o saco e respire normalmente por alguns minutos (inspire e expire a cada seis segundos).

• Se necessário, repita o processo até que os sintomas diminuam ou desapareçam.

• Se os sintomas reaparecerem, repita o processo quantas vezes você precisar (é possível levar um saco de papel com você o tempo todo, como medida preventiva).

• Não fumar ou beber café, chá ou bebidas com cafeína: cafeína e nicotina são estimulantes e podem agravar ou precipitar um ataque.

Medicação:
Deve ser prescrito pelo seu médico, e orientado para o tratamento do transtorno de ansiedade subjacente.

Atividade:
Evite situações que provocam ataques, até que seu terapeuta lhe oriente.

Dieta:
Reduzir a ingestão de cafeína (café, chá, cola, chocolate), é um estimulante e pode ser o gatilho para hiperventilação.

Possíveis Complicações

Hiperventilação é raramente associada com doença física grave, mas pode ser um sintoma de um transtorno de pânico (ataques de pânico recorrentes), agorafobia (medo de espaços abertos ou certas situações) ou outras fobias que requerem tratamento especializado.

Prognóstico

Os sintomas podem ser assustadores, mas normalmente duram poucos minutos (embora em alguns casos, possam durar horas) e causar danos físicos.
Psicoterapia ou aconselhamento pode alertar se hiperventilação está presente e é muitas vezes causada pela ansiedade.