O Que é Calazar ou Leishmaniose Visceral?

Calazar ou Leishmaniose Visceral são transmitidos pela picada de flebotomíneos, que pegou a doença de animais doentes, principalmente cães e roedores.

A partir da mordida até o início dos sintomas passam de 4 a 6 meses em média. Nem todas as espécies de Leishmaniose causam a doença.

Causas

Transmissão de uma espécie específica de Leishmaniose de um paciente ou o cão através da picada de um inseto. A transmissão direta entre humanos é muito rara.

Sintomas

• O início agudo ou insidioso dos sintomas.

• Febre alta com calafrios e sudorese.

• Fraqueza geral.

• Perda de peso.

Tosse.

Diarreia.

• Esplenomegalia significativa (Baço dilatado no abdômen).

• Escurecimento da pele, especialmente das mãos, pés e abdômen.

• Gânglios inchados pelo corpo todo.

• Hemorragias nasais são comuns e gengivais (da gengiva).

Fatores de Risco

Vivendo em áreas com a presença de moscas envolvidas.

Leia também: “Como Fazer Uma Dieta Depurativa Para Combater Parasitas“.

Prevenção

Evitar o contato com esses insetos (mosquiteiros, repelentes, inseticidas).

Sacrificar cães afetados.

Calazar ou Leishmaniose Visceral

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico é feito no próprio contexto epidemiológico, através de um exame de sangue.
O tratamento é médico.

Medicação:

As injeções diárias de um composto específico para 15 dias no Mediterrâneo. Pode precisar ser repetido após seis meses.

O Calazar Africano e da Ásia exigem um mínimo de 30 dias de tratamento.

Possíveis Complicações

Ruptura do baço.

Infecções intercorrentes.

Prognóstico

Com o diagnóstico precoce e o tratamento adequado, cura entre 95% e 98%.

A ascendência africana e da Ásia têm pior prognóstico, com tratamento de até 10% recidiva, geralmente dentro de seis meses.

Sem tratamento, a mortalidade chega a atingir 90%.