O Que é Câncer de Estômago?

Aparecimento de células malignas de origem estomacal.
É mais comum em homens com mais de 40 anos de idade.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Causas

Desconhecidas, embora os fatores irritantes (ver fatores de risco) desempenhem um papel importante no seu desenvolvimento.

Sintomas

Estágio inicial:

Sintomas de indigestão, como uma sensação de saciedade, eructação, náusea e falta de apetite.

Próximos passos:

  • Perda de peso inexplicada.
  • Vomitar sangue.
  • Fezes pretas.
  • Plenitude após a ingestão de pequenas quantidades de alimentos.
  • Anemia.
  • Dor no abdômen superior.
  • Massa que pode ser sentida na parte superior do abdômen (às vezes).
  • Protuberância acima da clavícula direita.
Câncer de Estômago

Leia também: "Como Identificar o Câncer de Estômago".

Fatores de Risco

  • Pessoas com mais de 65 anos.
  • A história familiar de câncer de estômago.
  • Grupo sanguíneo. Mais comum no grupo A.
  • Anemia perniciosa.
  • O consumo excessivo de álcool.
  • A falta de ácido gástrico normal, a cirurgia de estômago anterior ou remoção de parte do estômago.
  • Dieta com abundância de carnes defumadas, conservadas e salgados.

Prevenção

  • Não ignore os sintomas de indigestão que duram vários dias.
  • Evite carnes defumadas ou processadas como bacon e linguiça.
  • Reduza o consumo de álcool se você beber mais de 1 ou dois drinques por dia.
  • Examine suas fezes em casa uma ou mais vezes por ano para determinar se eles contêm sangue.

Diagnóstico e Tratamento

Diagnóstico:

  • História e exame físico por um médico.
  • Os exames de sangue para detectar a anemia, os testes para medir a acidez do estômago e análise de fezes para determinar sangramento.
  • Método de diagnóstico e gastroscopia, biópsia cirúrgica.
  • Imagem: raio-X do estômago, esôfago e intestino delgado, tomografia, ultra-som e ressonância magnética.

Medidas gerais:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ausência de instruções específicas, exceto aqueles listados em outras seções.

Medicação:
Seu médico pode prescrever:

  • Medicamentos anticâncer (às vezes).
  • Analgésicos.

Atividade:

O retorno às atividades normais logo que os sintomas melhorem após a cirurgia ou quimioterapia.

Dieta:

  • Comer frequentemente pequenas quantidades de alimentos macios.
  • Tente manter o seu nível de calorias.
  • Obter uma lista de alimentos adequados de uma nutricionista.

Informe o seu médico se:

  • Após a cirurgia você tem indigestão, cansaço em poucos dias.
  • Sintomas inexplicáveis.
  • As drogas usadas no tratamento podem produzir efeitos colaterais.

Possíveis Complicações

  • O sangramento interno.
  • Falha diagnóstico de úlcera do estômago.
  • Mortal: se espalhou para o fígado, ossos e pulmões.

Prognóstico

Até agora, esta doença é incurável.

Com o diagnóstico precoce e o tratamento, a taxa de sobrevivência de 5 anos é de 65%.

Continuar a pesquisa científica que poderá permitir a descoberta de um tratamento efetivo e cura.