Câncer Do Cólon: Sintomas E Tratamentos

Hoje em nosso site de saúde vamos discutir sobre um dos tipos mais frequentes de câncer: o câncer de cólon, que é aproximadamente o terceiro tipo de câncer mais comum.

O câncer do cólon, ou câncer colorretal começa no intestino grosso, cólon - ou reto – parte final do cólon. Quase todos os cânceres do cólon começam nas glândulas localizadas na mucosa do cólon e do reto e são consequência de pólipos não cancerígenos, que lentamente levam ao câncer.

Correm um alto risco de sofrer com câncer de cólon as pessoas:

Câncer do Cólon: Sintomas e Tratamentos
  • De idade superior a 60 anos.
  • Que consomem uma dieta rica em gordura, pobre em fibras e que comem muita carne vermelha ou processada.
  • Sofrem de doença inflamatória do intestino, doença de Crohn ou colite ulcerativa.
  • Possuem pólipos colorretais.
  • Contam com antecedentes familiares de câncer de cólon ou uma história pessoal de câncer de mama.
  • Pessoas com certas doenças hereditárias.
  • Que consomem álcool e tabaco.

Sintomas de Câncer de Cólon

Muitos casos de câncer de cólon não apresentam sintomas, mas alguns dos seguintes sintomas podem indicar a presença de câncer de cólon.

  • Sensibilidade e dor abdominal na parte inferior do abdômen, também desconforto abdominal, gases, inchaço e cólicas.
  • Diarreia, constipação ou outras alterações nos hábitos intestinais ou a consistência das fezes.
  • Sangue nas fezes ou sangramento retal.
  • Perda de peso inexplicável.
  • Sensação de esvaziamento incompleto após a evacuação.
  • Fraqueza e fadiga.
  • Anemia por deficiência de ferro.

Tratamentos do Câncer do Cólon

O tratamento do câncer do cólon depende em parte da etapa em que se encontra o câncer, podendo incluir entre eles a cirurgia para remover as células cancerosas e a radioterapia e a quimioterapia, para destruir as células e o tecido canceroso.

Efeitos Colaterais

Quanto ao medo de efeitos colaterais destas técnicas, às vezes é muito difícil de suportar, mas devemos lutar por isso. Felizmente, a cada dia contamos com mais remédios paliativos ao nosso alcance. Um deles é a maconha medicinal, que serve não apenas para aliviar a dor, mas também para abrir o apetite e conter os vômitos.

Também cabe destacar que a quimioterapia é agressiva com alguns elementos do nosso corpo e geralmente produz a perda de cabelo. No entanto, agora também temos grandes avanços, como perucas de cabelo natural que conseguem um grande efeito dissimulando este aparente efeito do tratamento.

Cirurgia: Na primeira etapa o câncer do cólon pode ser tratado mediante a eliminação das células cancerosas, mediante a colonoscopia; nos estágios I, II, e III, é necessária uma cirurgia mais extensa para remover uma porção maior do cólon, onde se encontra o câncer, e é chamada de resseção do cólon.

Radioterapia: A radioterapia é usada às vezes em pacientes com de câncer de cólon – câncer retal estágio III-, geralmente combinada com a quimioterapia. Para aqueles pacientes com doença em estágio IV, que se espalhou para o fígado, podem ser utilizadas a quimioterapia ou radioterapia diretamente sobre o fígado, crioterapia do câncer, cirurgia ou ablação por radiofrequência, ou seja, uma terapia direcionada para queimar o câncer.

Quimioterapia: Quase todos os pacientes em estágio III de câncer de cólon devem receber quimioterapia após a cirurgia, o que é chamado de quimioterapia adjuvante; a droga 5-fluorouracil pode aumentar a possibilidade de cura em determinados pacientes.

A quimioterapia também é utilizada para melhorar os sintomas e prolongar a sobrevivência em pacientes com câncer do cólon estágio IV, juntamente com certos fármacos específicos, tais como o irinotecana, a capecitabina, oxaliplatina, 5-fluorouracil, entre os mais utilizados.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto