A osteoporose é uma doença dos ossos.

Muitos pacientes nos perguntam se podem evitar a osteoporose ou se é uma condição obrigatória de todas as mulheres quando atingem a menopausa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É bom começar dizendo por que se produz a osteoporose, esta ocorre porque existe um desequilíbrio entre a formação e destruição do osso, por um déficit de hormônios femininos que são os responsáveis de estimular os osteoblastos que são as células responsáveis pela regeneração óssea e contrapor-se aos osteoclastos, que são as que produzem a descalcificação do mesmo. Isto é chamado de perda de massa óssea. Com o tempo, isso enfraquece os ossos e os torna mais propensos a quebrar.

Como Evitar a Osteoporose

Uma vez que a massa óssea total atingiu seu pico, geralmente em meados dos 20 anos de idade, todos os adultos começam a perdê-la. No entanto, as mulheres são mais propensas a desenvolver osteoporose do que os homens. Isto é devido a vários fatores. As mulheres têm menos massa óssea do que os homens, tendem a viver mais e tomam menos cálcio. Nas mulheres, o índice de perda óssea se acelera após a menopausa, quando os níveis de estrogênio reduzem.

Isto juntamente com outros fatores, como:

  • Ingerir bebidas alcoólicas, fumar e beber café.
  • Dieta pobre em cálcio.
  • Estilo de vida sedentário.
  • Menopausa cirúrgica através da eliminação dos ovários.
  • Tomar medicamentos como corticoides.
  • Predisposição genética.

Unido ao envelhecimento vai contribuir para a osteoporose e, consequentemente, fraturas ósseas.

Leia também: "10 Exercícios Para a Osteoporose".

Sintomas da Osteoporose

A maioria das mulheres não sabe que têm osteoporose até que têm sinais graves. Os sinais graves incluem:

  • Fraturas frequentes.
  • Dor nas costas, sacrolombar.
  • Desvio das costas.
  • Perda de estatura ao longo do tempo, porque a osteoporose pode causar que suas vértebras entrem em colapso.

Como é Diagnosticada a Osteoporose

Se o seu médico suspeita de osteoporose ou se é uma mulher com mais de 65 anos de idade pode sugerir um teste de densidade óssea. Um teste comum que mede a densidade óssea e é chamado absorciometria dupla de raios-X. Este teste mede a densidade óssea do quadril, coluna e punho, todos estes são lugares que poderiam ser afetados pela osteoporose.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para prevenir a osteoporose podemos fazer o seguinte:

  • Evitar os hábitos tóxicos como o álcool, café, fumo e refrigerante.
  • Ter uma alimentação rica em cálcio ao longo da vida, isso conseguimos através da ingestão de produtos lácteos, como: iogurte, leite, queijo, sorvete e derivados; comer legumes, verduras como: brócolis, espinafre e verduras verdes. Também ingerindo frutos do mar, como: sardinha, mariscos.
  • Não tomar medicamentos, como esteroides.
  • Dizer ao médico que não remova seus ovários se são saudáveis.
  • Fazer exercício diário de 15 a 20 minutos de caminhada seria o ideal.
  • Praticar esportes do seu gosto.

Leia também: "O Cálcio e a Vitamina D: Fundamentais Contra a Osteoporose".

Doses de Cálcio

É importante saber que as crianças devem consumir 800 mgr de cálcio por dia. As mulheres antes da menopausa precisam de aproximadamente 1.000 mg de cálcio por dia. Após a menopausa, precisa de 1.000 mg de cálcio por dia se está tomando estrogênio e 1.500 mg de cálcio por dia, se não está tomando estrogênio. Também deveria se propor tomar 800 UI de vitamina D por dia para ajudar seu corpo a absorver o cálcio.

Se você já tem osteoporose não se preocupe, que corrigindo os hábitos tóxicos, fazendo exercícios, tomando cálcio suplementar com vitamina D, a terapia de reposição hormonal.

Além disso, existem medicamentos para tratar a osteoporose.

Bifosfonato. Estes medicamentos ajudam a reduzir o risco de fraturas, assim como aumentar a densidade óssea nos quadris e coluna. Podem ser tomados por via oral (em forma de pílula) ou de maneira intravenosa (por injeção).

Os efeitos colaterais incluem náuseas, dores abdominais e irritação do esôfago. Entre as pessoas que não podem tomar bisfosfonatos podemos incluir aquelas com doença renal, baixos níveis de cálcio no sangue e mulheres que estão grávidas ou amamentando.

Tipos de Bifosfonato:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Alendronato e risedronato. Estes medicamentos são utilizados para ajudar a prevenir e tratar a osteoporose. Ajudam a reduzir o risco de fraturas ao diminuir o índice de perda de massa óssea. São tomados por via oral em forma de pílula. Seu efeito colateral mais comum é dor de estômago.

Ácido zoledrônico. Um medicamento bifosfonato que se administra por via intravenosa a cada 12 meses.

Calcitonina. Trata-se de um hormônio que ajuda a retardar a deterioração dos ossos. Encontra-se disponível como injeção ou como spray nasal. Os efeitos secundários incluem irritação da mucosa do nariz e dor de cabeça (por utilização do spray nasal) e diarreia, dor abdominal, náuseas e vômitos (com o uso da injeção).

Raloxifene. Este medicamento é utilizado para prevenir e tratar a osteoporose em mulheres mediante o aumento da densidade óssea. Não é um hormônio, mas imita alguns dos efeitos do estrogênio. Os efeitos colaterais podem incluir ondas de calor e risco de coágulos sanguíneos.

Teriparatida. Este medicamento é uma forma sintética do hormônio da paratireoide e ajuda a crescer osso novo. Vem em forma injetável e é injetado uma vez por dia na coxa ou no abdômen. Pode ser usado em homens e mulheres para o tratamento de osteoporose. Os efeitos colaterais comuns podem incluir náuseas, dor abdominal, dor de cabeça, fraqueza muscular, fadiga e perda de apetite.