Você está preocupado com a bulimia e precisa saber como preveni-la? Bem, então, não perca este artigo, no qual vamos te dizer como você pode identificar este transtorno, para intervir precocemente e evitar o seu avanço. Descubra!

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A bulimia é considerada um transtorno da alimentação, no qual não apenas é alterada a incorporação de nutrientes ao organismo, mas também, que esta alteração afeta o funcionamento orgânico, podendo produzir em casos extremos a morte.

A ferramenta mais eficaz para prevenir a bulimia é evitar, por isso, neste artigo, vamos te mostrar medidas que podem ser úteis para prevenir a bulimia.

Leia também: “Causas da Bulimia”.

Como Prevenir a Bulimia?

Tipos de Bulimia:

A bulimia se caracteriza por ser uma doença cujo objetivo é conseguir reduzir a ingestão calórica por dois mecanismos diferentes.

  • Tipo de purgante. Por indução de vômitos e abuso de laxantes.
  • Tipo não purgante. São colocados em prática outros tipos de comportamento, tais como o exercício excessivo, longos períodos de jejum, combinados com refeições compulsivos, etc.

É importante ter em mente que a prevenção é a ferramenta mais importante que os pais têm diante da possibilidade do aparecimento de um transtorno alimentar como a bulimia.

Leia também: “Anorexia: Sintomas e Tratamentos”.

Medidas Preventivas contra a bulimia:

Para colocar em prática as medidas preventivas é necessária a participação de toda a família, e toda a equipe interdisciplinar de saúde.

Da Família: Para isso, a família deve estar atenta aos comportamentos incomuns que tenha o adolescente, tais como:

  • Procura eliminar o que foi ingerido. Retira-se habitualmente da mesa para ir ao banheiro.
  • Evita comer alimentos. Não quer compartilhar a refeição familiar em determinadas ocasiões.
  • Tenta queimar muitas calorias. Realiza exercícios físicos de forma extrema.
  • Mente sobre o que come. Esconde comida.
  • Come escondido. Levanta-se à noite para comer.

Da Equipe Médica:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quanto aos profissionais de saúde devem estar atentos a:

• Determinados parâmetros sanguíneos, como potássio, sódio, função do fígado, células vermelhas do sangue, etc. Peso corporal, assim como também a relação peso/idade e peso/altura.

• Histórico familiar de obesidade ou excesso de peso. É importante notar que, se dentro de uma família, a maioria de seus membros são obesos ou têm sobrepeso, a probabilidade de que um adolescente membro dessa família sofra de obesidade é elevada. Por isso, uma das formas de prevenir transtornos alimentares, como a bulimia, é tratar a obesidade familiar.

• Plano de alimentação. O apoio da família na realização de um plano de alimentação supervisionada por um médico reduz a possibilidade de que os jovens sofram bulimia.

• A intervenção precoce da família ajuda a prevenir complicações derivadas da bulimia, que não apenas afeta essa criança, entre as quais se encontra a bulimia.

Lembre-se que estar atento aos nossos filhos, pode ajudar na prevenção de muitas doenças, entre as quais se encontra a bulimia.

Leia também: “Perguntas Mais Frequentes Sobre a Bulimia”.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mais Informações Sobre a Bulimia

  • Causas da bulimia. Uma das melhores formas de prevenir a bulimia é conhecer as causas que a desencadeiam. É preciso estar consciente sobre os vários fatores que podem promover o desenvolvimento deste transtorno alimentar.
  • Como combatê-la. No entanto, uma vez que a bulimia já é um fato, quanto mais cedo você agir, melhor, para evitar que se enraízem estes prejudiciais hábitos de comportamento alimentar.
  • Consequências da bulimia. As consequências físicas e psicológicas da bulimia podem chegar a ser muito graves, causando danos em muitos casos irreparáveis.