Embora atualmente não existam muitos casos, a escarlatina acarreta complicações que afetam principalmente crianças entre 4 e 8 anos. Vamos ver quais podem ser tais complicações.

Esta infecção é causada por uma bactéria que produz toxinas e, geralmente, se mostra através de erupções na pele, dor de garganta, febre…

O habitual é que apareçam estas escaras avermelhadas primeiro na parte do rosto e depois vão se estendendo para o resto do corpo.

No caso das mulheres grávidas, a escarlatina não produz qualquer efeito negativo sobre o feto, e normalmente é bastante leve.

Quais São as Complicações da Escarlatina?

Geralmente é tratada com antibióticos e pouco a pouco vai reduzindo essas manchas e outros sinais que vão aparecendo. Mas às vezes pode se produzir uma série de complicações pouco comuns. Existe a possibilidade de se estender através do sangue provocando a falha circulatória, vômitos ou inclusive meningite e sinusite.

Outros efeitos prejudiciais da escarlatina:

  • Febre reumática. Pode afetar o coração, as articulações, a pele e o cérebro.
  • Doença renal. Também chamada glomerulonefrite pós-estreptocócica, produz uma inflamação dos rins.
  • Infecções de ouvido.
    Complicações e Tratamentos da Escarlatina
  • Infecções de pele.
  • Infecções de tecido na garganta.
  • Pneumonia. Produz- se uma infecção dos pulmões.
  • Artrite. Produz-se uma inflamação das articulações.

Estes pressupostos não costumam ocorrer se as instruções de tratamento dadas pelo médico forem seguidas de forma correta.

Como Tratar as Complicações Por Escarlatina?

A melhor maneira de evitar esses pormenores mais graves é realizando uma série de hábitos de higiene que sirvam como prevenção. Lavar as mãos com frequência, não compartilhar objetos de uso pessoal, como uma toalha ou cobertas.

Por outro lado, uma vez diagnosticada a escarlatina, as crianças têm que ficar em casa, pelo menos, 48 horas, enquanto os medicamentos vão fazendo efeito.

Também têm que tomar muitos líquidos e alimentos fáceis de digerir até que vá diminuindo.

Você conhecia essas complicações da escarlatina?