O risco de infarto ou doença cardíaca é uma das principais causa de morte, tanto em homens como em mulheres, e abrange uma variedade de doenças cardiovasculares, incluindo doenças dos vasos sanguíneos, doença coronária, insuficiência cardíaca, arritmias e doenças cardíacas congênitas, entre outras.

Como Prevenir o Risco de Infarto

Embora o infarto seja um problema grave, existem alguns simples estilos de vida que você deve levar em conta, para reduzir o risco de desenvolver doenças cardíacas:

  • Consuma alimentos saudáveis e nutritivos, é o caso de produtos de baixo teor de gordura saturada, como carnes magras e peixes, além de frutas, vegetais, cereais integrais e legumes, que são ricos em fibras.
  • Reduza a ingestão de colesterol na dieta, para ajudar a reduzir o colesterol no sangue; os alimentos de origem vegetal e a clara do ovo não contêm colesterol, te ajudam a prevenir o risco de infarto.
  • Leia os rótulos dos alimentos, e informe-se sobre a quantidade de gordura saturada, gorduras totais, colesterol e calorias totais por porção, na etiqueta de informação nutricional.
  • Controle o estresse, já que pode ser prejudicial, pois aumenta a pressão sanguínea, o colesterol no sangue e aumenta o risco de sofrer taquicardia. Tente relaxar, sorrir e não se zangue, para controlar o estresse e evitar o risco de infarto.
    Infarto – Dicas de Como Prevenir o Infarto
  • Lute contra a pressão arterial alta minimizando os fatores de risco, de modo que você mude o seu estilo de vida por hábitos saudáveis.
  • Deixe de fumar, o tabaco é um alto risco para as doenças cardiovasculares e crônicas.
  • Beba com moderação, e se for necessário deixe de fazê-lo.
  • Mantenha um peso saudável, e se você sofre de obesidade ou sobrepeso, tente perder o excesso, evitando as dietas rápidas. Opte por um programa lento e constante para perder peso e assim prevenir o risco de infarto.
  • Realize exercício com regularidade e incorpore um maior nível de atividade em sua rotina diária, como caminhar ou fazer compras a pé; utilize escadas em vez do elevador e pratique algum esporte.

Para mais informações, não deixe de conferir a leitura do artigo “Pré-infarto – Os Sintomas de um Pré-infarto“.