A cardioversão é uma forma de tratamento médico para o tratamento de arritmias cardíacas e devolver ao coração seu ritmo normal. É possível realizar mediante descargas elétricas ou com medicação.

Como Funciona a Cardioversão Elétrica

A cardioversão elétrica pode ser realizada a partir de fora do corpo ou a partir de dentro do mesmo.

A cardioversão externa se realiza em geral em uma situação de emergência, e para isso é utilizado um desfibrilador. O desfibrilador tem duas paletas para transmitir corrente elétrica, são colocados no peito em uma situação de arritmia cardíaca, nos lados do coração e se aplica a descarga para tentar que a frequência cardíaca retorne a um ritmo normal.

Em ocasiões também se realiza esta intervenção sem situação de emergência, neste caso se deve fazer previamente um estudo como um eco-cardiograma transesofágico para poder diagnosticar se existem coágulos de sangue no coração.

Costuma-se recomendar um tratamento anticoagulante e uma sedação antes da intervenção. O tratamento anticoagulante costuma ser mantido posteriormente.

A cardioversão externa se realiza em arritmias atriais. Para obter mais informações sobre como tratar arritmias, não deixe de ler também: “Os Alimentos que Melhoram as Arritmias“.

Saiba Como Funciona a Cardioversão

Hoje em dia existem desfibriladores automáticos portáteis que eles mesmos disparam (diante da presença de arritmias) e apenas é necessária uma pessoa treinada (paramédico) para sua utilização.

A cardioversão interna se realiza por um desfibrilador cardioversor implantável (DCI), que dispõe de um gerador de impulsos e alguns eletrodos.

O gerador de impulsos é implantado sob a pele, como se fosse um marca-passo. Os eletrodos são ligados entre o gerador e o coração. Quando alguma causa o coração apresenta arritmia e o desfibrilador percebe e realiza uma descarga elétrica, para retornar ao ritmo cardíaco normal. O desfibrilador tem uma bateria que dura alguns anos.

A cardioversão interna é usada para arritmias ventriculares que são mais graves porque produzem morte súbita.

Cardioversão Mediante Medicamentos

A cardioversão com medicamentos antiarrítmicos é realizada mediante via oral ou através de uma via intravenosa. Por isso, pode demorar horas ou dias para ser eficaz e deve ser controlado como anda o ritmo cardíaco de forma periódica. Quase sempre se associa com uma terapia com anticoagulantes.

Complicações da Cardioversão

  • Agravamento da arritmia.
  • Embolias que podem causar um acidente vascular cerebral ou de outro órgão.
  • Contusões, queimaduras, ou dor onde foram utilizadas as paletas.
  • Dor local.