O coma diabético é uma das consequências mais graves da diabetes que pode levar a consequências fatais. Saiba em que consiste e como pode ser evitado.

Aqueles que são diabéticos, sabem perfeitamente que o seu estilo de vida tem que mudar. As noitadas, os excessos, a má alimentação e o sedentarismo são inimigos poderosos que, embora nesses momentos não manifestem suas consequências, sim o farão no momento menos esperado.

O que é Coma Diabético?

O coma diabético é um transtorno que você deve considerar como de urgência médica. Quem sofre deve ser levado para emergência médica, sem dúvida alguma.

O coma diabético acontece quando os níveis de açúcar sobem ou caem muito, de maneira que o organismo em geral se descompensa, se perde a consciência e se entra em um risco mortal de não ser tratado a tempo.

O mais comum dos comas diabéticos é o originado pela hiperglicemia. Este tipo de condição é denominada de cetoacidose diabética.

Quando o Açúcar Está em Níveis Altos

A cetoacidose diabética é denominada assim devido às chamadas cetonas, ácidos que são produzidos quando o corpo usa as gorduras, em vez do açúcar, como fonte de energia. Ao decompor as gorduras, são produzidas as cetonas, que em grandes quantidades são tóxicas para o organismo.

O que é Coma Diabético e Como Evitá-lo?

Isso seria resolvido se o corpo tivesse a insulina, o hormônio que lhe permitirá poder usar a glicose, mas ao não tê-la ou tê-la em poucas quantidades recorrerá ao uso das gorduras. Isso fará com que o fígado super produza glicose, o que terminará se acumulando em níveis perigosos no sangue.

Quando o Açúcar Está em Níveis Baixos

Quando o açúcar está em níveis perigosamente baixos, denomina-se hipoglicemia. Quando esta descompensação não é resolvida, o organismo pode estar também em perigo de morte e em um tempo muito menor que o da hiperglicemia. O paciente perderá a consciência rapidamente ou ficará desorientado se não receber uma administração de glicose para compensar.

Leia também: “Diabetes e Hipoglicemia: Cuidado!“.

Como Saber se Alguém tem Coma Diabético?

Quando os níveis de açúcar passam de 300 ml/dL, é preciso se preocupar. Embora muitos não manifestem sintoma algum, quando têm altos níveis de açúcar, podem cair de repente em coma diabético com perda de consciência. No entanto, um coma diabético também pode nos alertar através destes sintomas:

  • Sede excessiva.
  • Micção excessiva.
  • Perda de apetite.
  • Perda de peso.
  • Dor abdominal.
  • Sono excessivo.
  • Perda de consciência ou desorientação.
  • Desidratação.

O que Fazer em Caso de Coma Diabético?

Se estamos diante de uma pessoa que já apresenta desorientação, mas ainda conserva a consciência, faça um teste de nível de glicose. A maioria dos diabéticos tem seu aparelho para medir rapidamente o açúcar.

Para saber se é hiperglicemia, leve a pessoa imediatamente à clínica ou ao hospital para estabilizá-la. Dê líquidos para combater a desidratação.
Se o paciente tiver hipoglicemia e estiver consciente, dê um doce, um caramelo ou um chocolate, para nivelar o açúcar. Em seguida, leve-o imediatamente ao hospital.

Se, para ambos os casos, a pessoa perdeu a consciência, não pense duas vezes e ligue para a ambulância ou leve para o hospital ou clínica.

Lembre-se de que o coma diabético é uma situação muito séria que deve ser tratada o mais rápido possível. Não precisamos esperar alcançar esses extremos se sabemos que sofremos com esta doença.

Por isso, fazer muito esporte, comer saudável, evitar o álcool e o cigarro são os grandes passos que devem ser tomados para a nossa saúde. Você também deve ter sempre à mão um medidor de glicose e uma identificação especial em sua bolsa ou carteira que dê informações sobre a sua doença em caso de acidentes.