O exame de tireoide é usado para diagnosticar e encontrar a causa das doenças desta glândula. Incluem vários tipos de análise, hoje você terá a oportunidade de conhecer tudo sobre eles.

A glândula tireoide é pequena e se encontra localizada no pescoço, acima da clavícula. É uma glândula endócrina, responsável pela produção de hormônios. Apesar de medir entre 4-6 centímetros controla grande parte das funções do corpo. Entre elas, faz parte da queima de calorias e do ritmo em que o coração bate.

O mau funcionamento da glândula tireoide pode causar dois grandes problemas: o hipertireoidismo e o que trataremos hoje: o hipotireoidismo.

Sintomas do Hipotireoidismo

A glândula tireoide produz hormônios que controlam como as células do seu corpo usam a energia. Em poucas palavras, pode-se dizer que controla o metabolismo. Existem várias causas pelas quais esta glândula pode funcionar mal: que o sistema imunológico a ataque, infecções virais ou respiratórias e gravidez são algumas.

O hipotireoidismo tem sintomas reconhecíveis, mas também podem ser confundidos com sintomas de outras doenças, por isso é tão importante realizar um exame de tireoide para encontrar o diagnóstico correto.

Como é Feito o Exame de Tireoide

Entre os sintomas da tireoide se encontram: problemas para ir ao banheiro (fezes duras ou constipação), sensibilidade ao frio incomum, fadiga ou cansaço permanente, depressão ou tristeza, irregularidades no período menstrual, dores musculares e articulares, pele seca e pálida, fraqueza (principalmente no cabelo e nas unhas), ganho de peso.

Existem outros sintomas de hipertireoidismo que ocorrem quando o problema não é tratado precocemente: alteração do sentido do gosto e olfato, inchaço (principalmente do rosto, mãos e pés), queda de cabelo, redução da temperatura corporal e da frequência cardíaca, pele grossa.

Leia também: “Cuidados Essenciais da Tireoide“.

Como é Feito Exame de Tireoide

O primeiro exame que seu médico realizará será um exame físico para verificar se a tireoide está aumentada. Mas também verificará o seu cabelo (para ver se está fino ou quebradiço), inchaço dos pés, mãos e rosto, pele pálida, ressecada ou fria e seus reflexos.

Outros exames que podem ser solicitados serão o de colesterol, hemograma, de enzimas hepáticas, cortisol, sódio e prolactina.

Mas também há estudos específicos para a tireoide, como as análises de hormônio estimulante da tireóide (TSH), que é o mais preciso, T3, T4 (medem diferentes hormônios), TSI (mede o estimulante da tireoide) e o exame de anticorpos antitireoidianos.

TSH

O TSH ou tirotropina é um hormônio que trabalha sobre a glândula tireoide e estimula a síntese de outros hormônios como T3 e T4. A medição do TSH no sangue fornece informações sobre a quantidade de hormônios da tireoide. Pode resultar em TSH baixo (abaixo de 0,4 ml U/L), TSH normal (entre 0,4 a 2,5 ml U/L), TSH elevado (entre 2,6 e 4,0 ml U/L), também conhecido como TSH elevado.

Dentro deste exame, também se verá um valor denominado TSH ultrassensível alto ou baixo e é a dosagem de TSH no sangue. O hipotireoidismo subclínico é definido por um alto nível de TSH junto com um normal de T4L e é diagnosticado após a realização de todos os exames necessários.

T3

Após o exame de TSH, recomenda-se o de triiodotironina (T3), um hormônio da tireoide. Tem grande importância no processo metabólico e é medido por exames de sangue. É importante prestar atenção à preparação antes de fazer este exame.

Você deve consultar o seu médico sobre quais medicamentos você pode usar e quais deve evitar para que não afetem o resultado do exame de T3 (as pílulas anticoncepcionais e o estrogênio podem alterar os valores).

T4

Qualquer exame de tireoide em jejum dará melhores resultados do que um realizado em outro momento do dia. Isso acontece com vários exames médicos, já que desta forma se reduzem as chances de que o seu sangue seja afetado pelos alimentos e bebidas que você consome no dia.

O T4 ou tiroxina não é exceção. É o principal hormônio da tireoide e também é analisado mediante amostras de sangue. Ao contrário do exame de T3 não requer preparação, mas consulte o seu médico se você consome algum tipo de medicação. Também é conhecido como exame de T4 livre.

É difícil que depois de realizar esta série de exames médicos lancem um perfil da tireoide de valores normais, já que os sintomas são muito específicos. Mas no caso de isso acontecer, o profissional responsável continuará recomendando uma série de exames até encontrar o problema.

Leia também: “Sinais Comuns de Problema na Tireoide“.

Remédios Naturais para a Tireoide

Os problemas da tireoide podem ser tratados com remédios naturais que irão melhorar o seu funcionamento. Estas são algumas das dicas e remédios mais recomendados.

  • A raiz do gengibre. Esta raiz atua contra o hipotireoidismo graças ao seu teor de gingerol, um excelente antioxidante natural.
  • Os mirtilos em todas as suas variantes. O teor de iodo dos mirtilos ajudará a prevenir o hipotireoidismo e o excesso de peso que este pode causar.
  • Algas spirulina. Você pode encontrá-las pó ou como suplemento, incorpore nos seus sucos para aproveitar todos os seus benefícios contra o hipotireoidismo e o ganho de peso.

Você já fez alguma vez um exame de tireoide?