Existem Remédios Naturais Para A Depressão?

A depressão é uma condição séria que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Muitas dessas pessoas se perguntam se existem remédios naturais ou formas alternativas para aliviar os sintomas de sua tristeza. Neste artigo trazemos um guia.

Se você sofre de depressão e como muitas pessoas, gostaria de saber se há alternativas "naturais" a base de ervas ou suplementos que possam alegrar o seu dia, porque te preocupa tomar os medicamentos tradicionais, vamos te dar a resposta de acordo com o que sabemos até agora.

Existem estudos que sugerem que algumas ervas parecem funcionar melhorando os sintomas da depressão leve, mas não há evidências científicas que comprovem a eficácia das ervas para o tratamento da depressão clínica ou grave. E ainda são necessárias mais pesquisas a respeito. A seguir te apresentamos algumas das ervas e suplementos que têm mais probabilidades de te ajudar.

Existem Remédios Naturais Para a Depressão?

Mas lembre-se qualquer erva deve ser usada com a mesma precaução com a qual se administra um medicamento. Por isso, os tratamentos naturais para a depressão devem ser tomados depois de consultar o seu médico. Não se automedique nem assuma que porque é "natural" não tem o potencial de causar danos.

  • Erva de São João: Esta erva, conhecida no mundo científico como Hypericum perforatum, tem mostrado melhorar os sintomas da depressão leve. No caso da depressão clínica ou grave não oferece muitos benefícios. Nos Estados Unidos, esta erva não foi aprovada como tratamento para a depressão, mas em vários países da Europa é utilizada para esta finalidade. Deve ser tomada com cautela, já que foi comprovado que interfere com diversos medicamentos, entre eles, os destinados ao tratamento do HIV/AIDS, outros antidepressivos, pílulas anticoncepcionais, anticoagulantes, alguns comprimidos para a asma, esteroides e medicamentos para prevenir a rejeição de um órgão após o transplante. Em algumas pessoas, pode causar fadiga, tonturas, náuseas, ressecamento da boca, erupções cutâneas, dores de cabeça, dificuldades sexuais e vermelhidão da pele quando exposta ao sol.
  • Ácidos graxos ômega 3: Além de oferecer vários benefícios para a saúde cardiovascular, estes ácidos encontrados em peixes e algumas plantas e nozes está sendo avaliado por seus possíveis efeitos para melhorar os sintomas da depressão e transtorno bipolar. Ainda não temos os resultados.

Leia também: "Alimentos Para Combater a Depressão".

Infelizmente, atualmente a Administração Federal de Alimentos e Medicamentos (FDA) não apenas não supervisiona os produtos de ervas e suplementos, mas não tem suficiente dinheiro para verificar se o produto contém exatamente o que diz no rótulo e para garantir que não têm contaminantes. Muitas vezes, quando são analisados comprimidos ou suplementos, contêm ingredientes tóxicos (como o chumbo) ou inclusive medicamentos que requerem receita. Esperamos que o governo preste atenção a esta área e proporcione os fundos necessários para proteger os consumidores.

Claro, você nunca deve tomar se toma outros medicamentos ou se vai realizar uma cirurgia. Idealmente consulte o seu médico antes de começar a tomá-los e sempre o notifique sobre o que você está tomando. Os produtos naturais também são substâncias com efeitos sobre o corpo e não são seguros. Muitos medicamentos tradicionais provêm das plantas.

A depressão não tratada tem um alto custo físico e mental. As ervas e suplementos para a depressão podem te dar uma mão sempre e quando tomados sob supervisão médica. Se a sua depressão não melhora, talvez seja necessária psicoterapia também e/ou outro medicamento. Finalmente, não se esqueça do exercício, simplesmente caminhar pode ajudar com a depressão.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto