Feridas Na Boca: Um Sinal Da Síndrome De Crohn (Doença De Crohn)

O sistema digestivo começa na boca e se prolonga até os intestinos. Qualquer desconforto ou condição que apareça na boca pode afetar o resto do sistema ou ser um reflexo de uma condição em outro órgão do mesmo. Por essa razão, as feridas ou úlceras que aparecem de maneira recorrente e não permitem comer com tranquilidade podem ser um sintoma de uma doença mais complexa, como a denominada síndrome de Crohn, uma infecção intestinal que pode trazer muitas complicações. Descubra do que se trata esta condição e quais outros sinais o seu corpo dá, para que você possa procurar um médico o quanto antes e começar o tratamento.

Quem não teve alguma ferida ou aftas na boca, às vezes? As irritantes e dolorosas feridas na boca podem ser causadas por diferentes razões e afetar qualquer pessoa, sem que isso implique um problema de saúde.

Isto é verdade na maioria dos casos. No entanto, o aparecimento destas bolhas entre branco e vermelho indica, por vezes, a presença de uma doença conhecida como síndrome de Crohn ou doença de Crohn: uma inflamação do sistema digestivo que pode provocar úlceras em qualquer um dos órgãos que o formam, desde a boca até ao ânus, embora na maioria dos casos se produz no intestino e, em particular, na parte inferior do intestino delgado, que se conhece como o íleo. Ao ter uma inflamação contínua ou crônica, com o tempo as paredes intestinais podem engrossar (tornar-se espessas).

Feridas na Boca: Um Sinal da Síndrome de Crohn (Doença de Crohn)

As causas exatas que provocam esta doença permanecem um mistério. Acredita-se ser devido a fatores genéticos ou de tipo ambiental e é sabido que se relaciona com um problema na resposta do sistema imunitário (imunológico), que não pode diferenciar entre tecido normal do corpo e as substâncias estranhas. Por exemplo, o corpo pode reagir de forma exagerada diante de bactérias normais nos intestinos.

Entre os fatores de risco mencionamos a herança (1 em cada 5 pessoas que sofre tem um familiar próximo com a doença de Crohn); tende a ocorrer antes dos 30 anos; é muito mais comum em fumantes (mas nunca é tarde para deixar o hábito). Acontece com mais frequência em pessoas que vivem nas áreas urbanas e industrializadas; é possível que uma dieta em gorduras e alimentos refinados possa influenciar. E embora as pessoas brancas na Europa Oriental tenham um risco ligeiramente maior, pode afetar qualquer pessoa.

Como posso saber se eu ou alguém que conheço sofre com esta doença?

Além das feridas ou úlceras na boca, quando se apresentam de forma contínua, os sintomas mais comuns são dor abdominal (estômago) e diarreia, falta de apetite, dor com os movimentos intestinais, prisão de ventre e dor nas articulações (ou juntas).

Algumas pessoas tem sangramento no reto, que pode ser intenso, também é possível que apenas pare com ajuda médica e é capaz de provocar anemia ou fraqueza. A doença de Crohn, não apenas provoca fadiga devido à anemia, mas também pode causar a perda de peso, problemas da pele e febre.

Os sintomas variam de pessoa para pessoa, dependendo da parte do trato gastrointestinal que esteja afetada. Podem ser desde leves a graves e aparecer e desaparecer com episódios mais ou menos graves. A princípio, os sintomas podem ser enganosos, já que se assemelham com os de outras doenças do trato digestivo, tornando mais difícil detectar a doença.

O tratamento da doença de Crohn ou síndrome de Crohn depende de quão avançada está à doença e de onde se localiza dentro do sistema digestivo. Pode incluir medicamentos, suplementos nutricionais (porque pode afetar a digestão e absorção de certos alimentos e nutrientes), cirurgia ou uma combinação destas opções. O sucesso do tratamento é variável, e embora não se conheça a cura da doença, muitas pessoas têm longos períodos sem sintomas, já que a doença pode entrar em períodos de remissão.

Outras complicações da doença de Crohn incluem obstrução intestinal, fístulas anais, desnutrição, artrite, inflamação da pele ou dos olhos, cálculos (pedras) renais, osteoporose e até mesmo aumenta o risco de desenvolver câncer de cólon. Por isso, não se deve descuidar.

O tratamento depende dos sintomas e da gravidade da doença. O especialista é um gastroenterologista.

Como você pode ver algo tão simples como uma afta pode ser algo mais do que um incômodo isolado e estar indicando a presença da doença de Crohn. Preste atenção à saúde da sua boca e estará cuidando de todo o seu trato digestivo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto