Gastrinoma ou síndrome de Zollinger-Ellison sua origem se deve a um excesso de produção de gastrina por tumores neuroendócrinos duodenais ou pancreáticos (conhecidos como gastrinomas). 80% dos gastrinomas são únicos, mas 20% - 30% podem ser relacionados com neoplasias endócrinas múltiplas (hiperplasia da paratireoide, adenoma da pituitária e tumor pancreático).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os gastrinomas duodenais em relação aos pancreáticos costumam serem pequenos ( A incidência é de cerca de 1 pessoa por milhão de habitantes. É mais comum em homens que em mulheres e geralmente é diagnosticada entre 20 - 50 anos.

Sintomas da Gastrinoma:

A excessiva produção de gastrina por parte dos gastrinomas provoca um excesso na produção de ácido gástrico, produzindo diferentes sintomas:

Gastrinoma: O que é, Causas, Sintomas, Diagnóstico e Tratamento
  • Dor abdominal. Diarreia crônica.
  • Pirose (sensação de queimação abdominal).
  • Refluxo gastroesofágico.
  • Perda de peso.
  • Hemorragia digestiva (complicação que ocorre em 25% dos pacientes).

Nas descobertas endoscópicas, 90% dos pacientes apresentam úlceras gástricas solitárias que costumam se localizar no duodeno. Outras descobertas menos frequentes são a esofagite por refluxo, estenose de esôfago e estenose duodenal.

De 1% a 10% dos pacientes, especialmente aqueles com doença metastática ou neoplasia endócrina múltipla tipo 1, podem ter sintomas derivados de transtornos hormonais.

Leia também: "Doenças do Pâncreas e Como Preveni-las".

Diagnóstico para Gastrinoma:

Deve-se suspeitar da doença naqueles pacientes que sofrem de múltiplas úlceras pépticas ou que são resistentes ao tratamento. Também devemos suspeitar naqueles que sofrem com úlceras e diarreia crônica ou neoplasia endócrina múltipla tipo 1 (MEN 1).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Diante da suspeita de síndrome de Zollinger-Ellison devem ser realizados os seguintes exames:

  • Medição dos níveis de gastrina em jejum (considera-se diagnóstico os valores de gastrina 10 vezes superiores ao normal).
  • Teste de estimulação de secretina (positivo).
  • Teste de infusão intravenosa de gluconato de cálcio (positivo).

Uma vez realizado o diagnóstico se requer de outros testes para localizar o tumor:

  • Gastroscopia superior.
  • Tomografia computadorizada.
  • Ressonância magnética.
  • Ultrassonografia endoscópica (permitindo a possibilidade de realizar biópsia).
  • Cirurgia exploratória.

Também é necessário realizar um estudo hormonal completo para descartar a neoplasia endócrina múltipla tipo 1.

Tratamento para Gastrinoma:

O objetivo principal do tratamento consiste em melhorar as manifestações clínicas da doença e evitar as complicações associadas a uma úlcera péptica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O tratamento de primeira linha é realizado com inibidores da bomba de prótons em altas doses, são medicamentos que bloqueiam as secreções ácidas (omeprazol, lansoprazol, pantoprazol, rabeprazol e esomeprazol).

Quando o inibidor da bomba de prótons é insuficiente, pode ser avaliado associar análogos da somatostatina (octeotride).

Os pacientes com gastrinoma único e sem evidência de extensão da doença são candidatos à cirurgia com intenção curativa.