Hemoptise é definida como a expulsão de sangue na tosse e muito comumente pelo catarro. Essa expulsão do sangue vem do escarro do pulmão. Dentro da hemoptise é possível distinguir dois conceitos em termos da sua importância:

Hemoptise grave: Quando são expulsos mais de 500 ml/hora e, geralmente, é acompanhada por pressão arterial baixa.

Hemoptise que não é grave: Quando a ejeção de sangue é inferior a 500 ml/hora.

Quais Poderiam Ser As Causas De Hemoptise?

As causas mais comuns são:

  • A bronquite crônica: comum em fumantes.
  • Bronquiectasia: Consiste em broncodilatação (aumento dos brônquios).
  • Tumores de pulmão.
  • Em 15% dos pacientes não é reconhecida a causa da hemoptise.

Outras causas menos comuns são:

  • Tuberculose.
  • Pneumonia.
  • Distúrbios da coagulação.
  • Hipertensão pulmonar.

Quais Os Sintomas Que Podemos Encontrar?

Hemoptise é mais comum no sexo masculino e a média de idade dos pacientes com este sintoma é de cerca de 50-60 anos.

Hemoptise é a expulsão de sangue na boca, mas cuidado! Uma vez que o sangue entra nos pulmões, ao tossir o sangue, o vermelho é espumoso. O sangue produzido a partir do estômago e que vem através do vômito e úlcera é escuro ou preto.

Hemoptise: Conhecida Por Poucos e Grave Para Muitos

Outros sintomas importantes são: tosse, falta de ar ou dificuldade em respirar, perda de peso e febre. Estes são os sintomas que o paciente deve informar ao médico e que irão orientar na descoberta da causa da hemoptise.

Leia também: “Tosse: Sintomas, Causas e Remédios Caseiros“.

Como Você Recebe um Diagnóstico?

A radiografia do tórax, juntamente com um bom exame físico do paciente, bem como uma série de perguntas certas sobre doenças e sintomas que o paciente irá responder conduzirá a um diagnóstico em 70% dos casos anteriores.

Para conhecer a causa da hemoptise é importante perguntar ao paciente sobre a doença que tem tomado conta da sua vida e que pode influenciar a fonte de hemoptise. O exame deve incluir o seguinte:

• Se você fuma: Porque é a causa mais comum de bronquite crônica.

• Se apresenta perda de peso e/ou apetite que pode apontar para um problema de origem do tumor de pulmão.

• É importante também pedir exame de alterações na coagulação do sangue ou porque você tem uma doença anterior, ou porque você está tomando qualquer medicamento que impede a coagulação perfeita do sangue.

• Outras questões também se relacionam com a profissão do paciente, por exemplo, se é um mineiro, carpinteiro e todas aquelas profissões que, devido à inalação de substâncias tóxicas podem danificar os pulmões.

Depois de uma história médica completa, perguntando ao paciente sobre os sintomas e doenças, geralmente se pede um exame de sangue, radiografia de tórax e gasometria arterial:

• No sangue será possível ver se há alguma alteração da coagulação do sangue e, acima de tudo, será importante excluir a anemia, como resultado de hemorragia do pulmão.

• A análise de gás no sangue arterial é um teste de sangue especial que é feito no pulso para conhecer o nível de oxigênio no sangue do paciente e é uma medida para saber como funciona o pulmão.

• Na radiografia é possível ver se há qualquer imagem estranha no pulmão e que pode ser a causa do processo.

Qual é o Tratamento Mais Adequado?

É essencial que o tratamento seja específico para uma hemoptise grave ou não:

Hemoptise não grave: é a mais comum. É aquela em que o paciente diz que junto com o catarro vem algumas gotas de sangue ou catarro contêm uma pequena quantidade de sangue, bem, nessa hemoptise a principal atitude a se tomada é ter calma, uma vez que o mais importante é constatar primeiramente o diagnóstico da qual tenha havido a hemoptise de fato. Por exemplo, se foi causada por uma infecção é necessário ser administrado o antibiótico, se a causa é o tabaco o indivíduo deve para de fumar. No caso da tosse com hemoptise é aconselhável prescrever qualquer antitússico (tal como xarope para a tosse) para que ela não se agrave.

Hemoptise grave: é raro. É aquela em que a hemoptise acomete o paciente e ele fica fraco por hipotensão e tonturas e parece vomitar sangue ao tossir. O mais importante neste processo é entender que a hemoptise é grave e o paciente deve ir para o hospital o mais rápido possível. Esta hemoptise tem uma mortalidade de 25% e o tratamento deve ser realizado em um hospital com medidas específicas que podem se tornar até mesmo cirúrgicas.

Quais Outras Vantagens São Obtidas a Partir do Tratamento?

Em hemoptise causada por bronquite crônica, tem o tratamento mais comum e é benéfico para o paciente, a partir do ponto de vista da saúde e também econômico: parar de fumar. Se o paciente parar de fumar não vai tossir, não vai se sentir cansado e diminuirá o número de escarro.