O Que É Esquizofrenia E Quais Tipos De Esquizofrenia Existe?

Das doenças mentais que existem, a esquizofrenia é talvez a mais grave de todas. É um tipo de psicose, em que a pessoa não pode distinguir o que é real e o que é imaginário. Continue lendo para se informar do que se trata a esquizofrenia e quais tipos de esquizofrenia existe.

A esquizofrenia é uma doença mental crônica, que muitas pessoas não entendem. Por isso, foram criados estigmas em torno dela: diz-se erroneamente que aqueles que sofrem de esquizofrenia têm dupla ou múltiplas personalidades, ou que esta doença é o resultado de uma má criação por parte dos pais de esquizofrênicos. Estes são mitos que devem ser derrubados. A palavra esquizofrenia significa "mente dividida" e refere-se a uma ruptura do equilíbrio natural entre o pensamento e as emoções.

Embora seja uma doença grave e que interfere com a capacidade de um indivíduo para funcionar normalmente dentro da sociedade, a esquizofrenia é uma doença tratável. Como variam em gravidade e frequência dos sintomas, os cientistas pensam que é melhor considerar a esquizofrenia como um conjunto de doenças que variam de pessoa para pessoa. Vamos passo a passo.

O Que é Esquizofrenia e Quais Tipos de Esquizofrenia Existe?

Primeiro, vamos entender do que se trata: A esquizofrenia é uma doença mental - uma desordem cerebral - que afeta a capacidade que tem um ser humano de pensar com clareza, de controlar suas emoções, de agir de forma coerente, de tomar decisões, de perceber a realidade e de se relacionar com seu ambiente e com os demais. Por isso, é uma doença que, certamente, interfere com o funcionamento normal de uma pessoa no trabalho, escola, e, claro, em seus relacionamentos interpessoais. Em poucas palavras, a esquizofrenia afeta o comportamento social de quem sofre.

A esquizofrenia se apresenta por igual em homens e mulheres, mas varia em idade. No caso dos homens, é comum que os sintomas comecem a partir da adolescência até os 25 anos. Nas mulheres, no entanto, a esquizofrenia pode surgir entre 20 e 35 anos. É raro que alguém seja diagnosticado com esta doença na infância ou depois dos 40 anos.

Para aqueles que sofrem de esquizofrenia, o mundo pode ser um emaranhado de pensamentos, imagens e sons confusos. Portanto, a maneira como eles se comportam é estranha e até mesmo surpreendente, para aqueles que estão ao redor de uma pessoa esquizofrênica.

Existem diferentes tipos de esquizofrenia que se classificam assim:

  • Esquizofrenia Paranoide: este tipo de esquizofrenia é a mais comum e seus sintomas são delírios (percepções ou crenças falsas) e alucinações auditivas frequentes. Além disso, como o nome indica, este tipo de esquizofrenia produz delírios de perseguição: pensar que alguém te persegue ou que alguém te castiga por algo. Um exemplo: alguém cumprimenta sorridente e o esquizofrênico pensa está tirando sarro dele (a).
  • Esquizofrenia Catatônica: os problemas físicos e motores são a principal manifestação deste tipo de esquizofrenia. Com frequência, os esquizofrênicos catatônicos podem ficar imóveis por muito tempo, apesar de estarem conscientes do que acontece ao seu redor. Quando estão excitados, ao invés disso, são hiperativos e dormem muito pouco. Às vezes, adotam posturas corporais estranhas e repetem palavras faladas pelos outros.
  • Esquizofrenia Desorganizada: neste tipo de esquizofrenia, quem sofre é incoerente ao falar, age de forma estranha e as reações emocionais podem ser absurdas: por exemplo, diante de uma situação muito grave pode aparecer uma risada infantil; ou no meio de uma conversa surgem comentários inapropriados. Este transtorno é grave e afeta a capacidade do esquizofrênico para cuidar de si mesmo. Isto se manifesta em atividades como comer, tomar banho ou se vestir.
  • Esquizofrenia Indiferenciada: como o seu nome indica, este tipo de esquizofrenia apresenta uma mistura de sintomas da esquizofrenia que não podem ser diferenciados bem como parte de algum dos subtipos anteriores. Por exemplo: delírios e problemas motores.
  • Esquizofrenia Residual: fala-se sobre este tipo de esquizofrenia quando uma pessoa sofreu um episódio esquizofrênico no passado, mas no presente não apresenta sintomas proeminentes da doença.
  • Como você pode perceber, o tema da esquizofrenia é bastante amplo. Em outro artigo você pode encontrar informações sobre “Por Que Ocorre a Esquizofrenia”.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto