O Que é Otosclerose?

A otosclerose é uma doença que provoca crescimento anormal do osso da orelha, resultando na imobilização do estribo (osso médio do ouvido). Isso evita que a estrutura da orelha funcione corretamente, resultando em perda gradual da audição.

Causas

Apesar de não ser conhecida a causa da otosclerose, uma pesquisa constatou que a hereditariedade desempenha um papel importante no desenvolvimento desta doença. Se um pai de uma pessoa sofre de otosclerose, ela terá 25% de chance de desenvolver, e 50% se ambos os pais tiverem a doença. Nas mulheres, o risco de otosclerose também tem sido associado a alterações hormonais que ocorrem durante a gravidez.

Sintomas

A perda progressiva da audição é o sintoma mais comum da otosclerose. A pessoa que começa a perceber que não escuta os sussurros ou os sons fracos e, gradualmente vai perdendo sua audição. Esta condição pode afetar uma orelha, mas na maioria das vezes afeta as duas. Também podem ocorrer tonturas em algumas pessoas, problemas de equilíbrio e zumbido nos ouvidos.

Diagnóstico e Tratamento

Diagnóstico:

É necessário recorrer a otorrinolaringólogo para descartar outras condições com sintomas semelhantes.

Às vezes é necessário ser avaliado com um fonoaudiólogo para identificar os danos às estruturas da orelha e determinar o tratamento adequado.

Otosclerose

Tratamento:

Se a perda auditiva é leve, ou se o médico acredita que o paciente não é um candidato para a cirurgia, você pode usar um aparelho auditivo. Na maioria dos casos, os médicos recorrem a cirurgia chamada estapedectomia que envolve a remoção do suporte (que é fixo) e substituição do mesmo por uma prótese pequena para permitir que as ondas de som sejam transmitidas de forma adequada para o ouvido interno e restaurar a audição. Este procedimento pode ser realizado sob anestesia local ou geral e dura cerca de 2 horas.