O que é perthes?

É uma doença da circulação de sangue no crescimento do quadril, que ocorre entre três e doze anos, com picos de cinco a dez anos. É caracterizada pela deformação progressiva da cabeça femoral.

Na maioria dos casos é unilateral, mas um de cada sete a dez é bilateral. É de quatro a cinco vezes mais comum em meninos do que em meninas. Muito rara em crianças de origem africana.

Causas:

A causa básica é desconhecida, embora várias teorias e dados apontam estar relacionada com traumas.

Sintomas:

Dor no quadril afetado breve, que pode passar despercebida.
Ela dura no máximo duas semanas.
Outras vezes, ou algum tempo depois da dor, há uma claudicação progressiva.
Finalmente, em muitos casos são assintomáticos, aparecendo como um achado radiológico.

Fatores de risco:

Sexo masculino.
Brancos.

Prevenção:

Difícil, não se sabe exatamente o que causa. Para qualquer dor no quadril que a criança apresentar deveria haver um teste especializado.

Diagnóstico e tratamento:

Diagnóstico: O exame físico no início pode guiar para a doença, mas o diagnóstico definitivo é feito por radiografia.

Tratamento: O tratamento visa reduzir a carga sobre o quadril afetado para promover a cicatrização rápida e correta. Raramente é preciso recorrer à cirurgia.

Perthes

Medidas Gerais: Repouso. Não faça força com a perna afetada. Necessário a imobilização da perna.

Medicação: Não exigida.

Atividade: Veja as medidas gerais.

Dieta: Não precisa seguir qualquer dieta especial.

Possíveis Complicações:

Sequelas mais graves em que a cabeça femoral não acompanhou o crescimento, afundando. Pode causar claudicação significativa.

Prognóstico:

Bom. A maioria cura sem sequelas se o diagnóstico for feito cedo e o tratamento rigorosamente seguido.