É uma doença causada por um aumento no líquido do ouvido interno, o que altera a audição e o equilíbrio. Estes casos (ou ataques) podem durar desde alguns minutos até vários dias antes de começar a ceder.

É importante observar que, se os ataques se repetem constantemente, a audição vai se deteriorando de forma progressiva.

Os sintomas mais comuns da doença de Ménière:

  • Tonturas repentinas e agudas e perda de equilíbrio (vertigem).
  • Náuseas e vômitos.
  • Movimentos incontroláveis dos olhos.
  • Ruídos ou zumbido nos ouvidos.
  • Sensação de pressão no ouvido afetado.
  • Dor em um ouvido ou em ambos.
  • Distorção do som.

Os fatores que podem desencadear um ataque da doença de Ménière são os seguintes:

  • Prolongado tratamento com antibióticos.
  • Deficiência crônica de vitamina B.
  • Estresse.
  • Reações alérgicas.
  • Esforço visual e mental.
  • Má circulação sanguínea para o cérebro.
  • Espasmo de um vaso sanguíneo no ouvido.
  • Ingestão de bebidas alcoólicas ou cafeína.

Remédios Caseiros Para Doença de Ménière

  • Misture 2 colheres de sopa de vinagre de maçã em meia xícara de água. Tome esta preparação duas vezes por dia.
  • Despeje duas colheres de rusco em uma xícara de água que está fervendo. Tampe, deixe esfriar e coe. Tome duas xícaras por dia desta infusão.
    Remédios Caseiros Para Doença de Ménière
  • Misture 2 colheres de sopa de ginkgo biloba em uma xícara de água e deixe ferver durante 3 minutos. Após este tempo, retire do fogo e deixe esfriar. Tome, diariamente e até que os sintomas desapareçam, uma xícara por dia, já que de acordo com investigações realizadas esta planta aumenta o fluxo de sangue para a cabeça e, portanto, para os ouvidos.
  • Despeje uma colher de chá de gengibre em pó em uma xícara de água que está fervendo. Cubra e deixe esfriar. Tome esta preparação três vezes ao dia.
  • Tome 1 colher de sopa de grânulos de lecitina diariamente para o adequado funcionamento do cérebro e a proteção das células.

Recomendações

• Consulte um especialista, a fim de descartar que os sintomas pertençam à outra doença como a diabetes, o colesterol ruim ou LDL elevado, hipoglicemia, problemas de tireoide, artrite e sífilis.

• Repousar, durante um ataque, com os olhos fechados. Evite os ruídos. Para isso, use tampões de ouvido, se necessário.

• Evite o estresse entre um episódio e outro. Adotar uma dieta pobre em sal e pobre em gordura pode ajudar, já que, de acordo com estudos realizados, as pessoas com problemas de sobrepeso e que metabolizam mal os carboidratos são mais propensas de sofrer desta doença e que, uma vez reduzida à ingestão de gordura e sal, é observada uma melhoria.

• Consumir iogurte com pro bióticos, uma vez por dia para ajudar a re-estabelecer a síntese de vitaminas do complexo B que realiza o organismo. Pratique técnicas de relaxamento.