Remédios Caseiros Para Prevenir O Câncer De Pele

Existem três tipos comuns de câncer de pele. Detectados precocemente, o tratamento consegue uma cura em quase todos os casos. 80% dos cânceres de pele são carcinomas células basais ou escamosas. Os carcinomas de células basais são raramente fatais, mas sim podem desfigurar a área afetada se não forem tratados. É mais provável que os carcinomas de células escamosas ameacem à vida.

O melanoma é a forma menos comum, mas o câncer de pele mais letal. Espalha-se com rapidez para outras partes do corpo através do sangue ou do sistema linfático. A taxa de sobrevivência de cinco anos é de 90%, se o melanoma é detectado precocemente, mas em seus últimos estágios é difícil curar a doença. As mulheres têm uma taxa de sobrevivência de cinco anos melhor do que os homens. Muitos casos de melanoma são diagnosticados a cada ano e a doença leva muitas vidas, principalmente em pessoas com mais de 65 anos.

Leia também: "O Que é um Melanoma?"

Remédios Caseiros para Prevenir o Câncer de Pele

O câncer de pele dobrou nos últimos 20 anos. Uma razão pode ser o declínio em ocupações ao ar livre desde o início do século XX. Quando as pessoas trabalhavam ao ar livre se expunham constantemente ao sol e sua pele estava mais acostumada à luz UV e era menos suscetível a queimaduras solares. Agora as pessoas passam pouco tempo ao sol e quando o fazem tendem a exceder-se e queimar, o que aumenta o risco de câncer de pele.

Outra teoria é que hoje atinge a Terra a radiação solar mais prejudicial devido aos danos na camada de ozônio da atmosfera.

Qual é o seu Risco de Câncer de Pele?

Você está em maior risco de câncer de pele se você tiver um ou mais desses fatores de risco:

O que você não pode controlar:

  • Tipo de pele e características corporais. Os riscos mais graves são ter cabelo ruivo ou loiro, olhos claros, pele clara, com sardas ou que queima com facilidade e muitas pintas.
  • Grupo étnico. Os brancos têm dez vezes mais risco de câncer de pele do que os negros.
  • Idade. Quanto mais avançada à idade, maior o risco de desenvolver câncer de pele. O risco de melanoma aumenta após 50 anos.
  • Histórico familiar. O risco aumenta se você tem uma história familiar da doença ou se você vive em um país muito quente quando criança ou adolescente, e expunha sua pele muitas vezes ao sol.

O que você pode controlar:

  • Exposição a raios ultravioleta (UV). Mais de 90% dos cânceres de pele ocorrem em pele exposta intensamente à radiação ultravioleta do sol ou luzes de bronzeamento.
  • Queimaduras. Tem mais risco se você teve queimaduras graves ou com bolhas por luz solar, luz de bronzeamento, raios-X ou radiação. Se quando criança se queimou muito com sol mais de uma vez, seu risco de desenvolver câncer quando adulto aumenta.
  • Férias. Têm um risco mais elevado se muitas vezes vai para lugares ensolarados e permanece na praia durante todo o dia.
  • Fatores ambientais. O risco aumenta se você tiver sido exposto a produtos químicos, como alcatrão de hulha, breu, creosoto, compostos de arsênico, rádio e alguns herbicidas.

Este guia em ordem alfabética ajuda a descrever as pintas mais suspeitas:

Assimetria: a mancha tem uma forma estranha, não simétrica.
Borda: têm bordas irregulares, com entalhes, relevos ou vagamente definidos.
Cor: algumas áreas são mais escuras do que outras e têm mais de uma cor.
Diâmetro: é maior do que a borracha de um lápis ou se observa claramente que vai aumentando com o tempo.

Remédios Caseiros para Prevenir o Câncer de Pele:

  • Extrair o suco de uma laranja e de uma toranja e misturá-lo. Tomar um copo deste suco, todas as manhãs, o qual é rico em vitamina C, que estimula o sistema imunológico e ajuda a regeneração da pele (colágeno). Este remédio é considerado um bom preventivo contra o câncer de pele.
  • Bata 2 cenouras e 1 maçã verde picada junto com um pouco de água. Tome um copo deste suco diariamente, o qual é rico em betacarotenos, que contribuem para a hidratação da pele e o seu bom estado geral. Este remédio, tal como o anterior, é considerado preventivo.
  • Consumir iogurte diariamente, já que de forma interna ajuda a melhorar o sistema imunológico e aplicado de maneira externa melhora a condição da pele. Este é um remédio preventivo.
  • Faça uma infusão de unha de gato que é considerado um potenciador do sistema imunológico e preventivo do câncer. Evite o seu consumo durante a gravidez e amamentação.
  • Macere 1 colher de folhas frescas de sanguinária, 1 colher de sopa de folhas frescas de chaparral e 1 colher de sopa de polpa de graviola até obter uma pasta. Em seguida, adicione uma colher de chá de cloreto de zinco. Aplique esta pasta sobre a área afetada.
  • Ferva 1 colher de chá de alcaçuz, outra de trevo vermelho, e um par de folhas de violeta em um copo de água durante 5 minutos. Retire do fogo e deixe esfriar. Coe e tome 2 vezes ao dia.

Recomendações:

Examine a sua pele. Faça um autoexame mensal, especialmente se você tem uma história familiar de melanoma, se você tiver muitas pintas ou se queimava com o sol regularmente quando jovem. Neste exame você deve buscar:

Manchas esbranquiçadas. Você deve consultar o seu médico se notar o aparecimento de manchas na pele de cor translúcida e/ou pálida, marrom ou uma mistura de cores.

Uma ferida que não cicatriza. Tanto se você tem uma ferida que não cicatriza como se observa que uma lesão plana ou em forma de pequena protuberância persiste e cresce lentamente, deve ver um dermatologista.

Feridas que não cicatrizam. É importante prestar atenção, às pequenas feridas cobertas com crostas de sangue que não cicatrizam e as lesões persistentes que não incomodam, mas que sangram quando você toca ou esfrega.

Sardas antigas. Se você tiver muitas sardas, proteja-se ainda mais do sol, se possível, e visite o dermatologista com mais frequência, especialmente se uma delas mudou ou produz coceira ou dor. Não costumam ser perigosas, mas aquelas que estão em áreas de atrito (como as palmas das mãos e plantas dos pés) às vezes podem ser removidas de forma preventiva.

Novas "pintas". Você deve estar ciente do aparecimento de novas sardas, pintas e verrugas, especialmente se coçam, doem ou sangram. É uma boa ideia fotografar as novas lesões para poder saber se, eventualmente, mudam de cor e textura, ou aumentam de volume. Se você observar alguma destas mudanças, consulte o seu dermatologista.

Limite a exposição ao sol. Permaneça fora do sol entre dez horas da manhã e três horas da tarde, quando os raios ultravioletas são mais fortes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto