Remédios Para O Transtorno Por Estresse Pós-Traumático

O transtorno por estresse pós-traumático, chamado também neurose de guerra ou fadiga de batalha, é uma alteração debilitante que afeta as pessoas expostas a um grande evento traumático. Caracteriza-se por lembranças ou pensamentos perturbadores de sofrimentos, explosão de emoções, aumento da vigília e alterações da personalidade, por vezes graves.

O transtorno por estresse pós-traumático é bem conhecido principalmente como um problema de veteranos de guerra que retornam do campo de batalha e dos civis que sobrevivem aos traumas graves da guerra.

No entanto, pode afetar qualquer pessoa que tenha experimentado um evento traumático, como estupro e outras formas de abuso físico e sexual, tortura, roubo, desastres naturais, morte de entes queridos ou acidentes graves.

Remédios Para o Transtorno Por Estresse Pós-Traumático

Um diagnóstico de doença grave também pode desencadear este transtorno em algumas pessoas. Considera-se um componente do grupo de alterações conhecidas como transtornos de ansiedade, e afeta pessoas de todas as idades que tenham experimentado um traumatismo grave, incluindo crianças.

O transtorno por estresse pós-traumático é uma resposta a um evento que produz um trauma profundo. Não está claro por que algumas pessoas desenvolvem esta condição após um traumatismo e outras não, embora os especialistas suspeitem que possa ser influenciado pela gravidade do evento, a personalidade do afetado, a base genética e o fato de que o trauma era esperado ou não.

Quando a pessoa se esforça para lidar com a vida após o evento, os acontecimentos comuns ou as situações que lhe recordam do trauma podem desencadear uma memória vivida e ameaçadora do fato.

Os sintomas geralmente começam dentro de três meses de um trauma, mas às vezes não se desenvolvem até anos mais tarde. Uma vez que começam, eles podem permanecer por até seis meses.

Algumas pessoas os sofrem durante muito mais tempo, e o problema pode se tornar crônico. Por exemplo, alguns veteranos de guerra com transtorno por estresse pós-traumático não tratado dedicam décadas da sua vida a viverem sozinhos em áreas rurais lutando para superar as consequências da guerra.

Estas memórias vívidas são um dos sintomas mais preocupantes do transtorno por estresse pós-traumático devido aos sons, cheiros, sensações ou imagens. Durante o episódio, a pessoa revive o evento e pode perder o contato com a realidade, ao sofrer novamente o trauma durante minutos ou horas e acreditar que está acontecendo de novo.

Leia também: "Transtorno de Identidade Dissociativo: O Que É, Causas, Sintomas e Tratamento".

Para o diagnóstico deste transtorno, os sintomas incluem, pelo menos, um dos seguintes:

  • Memórias vívidas (Flashback).
  • Distúrbios do sono, como insônia.
  • Pesadelo ou terrores noturnos.
  • Angústia intensa quando expostos a eventos associados com o trauma.

Além disso, a pessoa deve ter, pelo menos, três sintomas que afetem suas relações com os demais:

  • Tentar evitar os pensamentos ou as sensações sobre o trauma.
  • Incapacidade de se lembrar do fato.
  • Incapacidade de experimentar emoções, além de uma perda de interesse nos prazeres posteriores (entorpecimento psíquico).
  • Sensação de futuro abreviado.

Finalmente, deve haver evidências da vigília, com pelo menos dois dos seguintes fatos:

  • Problemas de para permanecer dormindo.
  • Reações de alarme: hiper-alerta e reações intensas a ruídos inesperados.
  • Problemas de memória.
  • Problemas de concentração.
  • Mudança de humor.
  • Violência.

Além dos sintomas anteriores, as crianças com transtorno por estresse pós-traumático podem enfrentar dificuldades de aprendizagem e problemas de atenção. Podem se tornar mais dependentes, ansiosas e precisar mais dos outros.

Remédios Caseiros Para Transtorno Por Estresse Pós-Traumático:

  • Ferva uma xícara de água e quando chegar ao ponto de ebulição despeje 1 colher de sopa de camomila e tampe. Quando esfriar tome até 3 vezes por dia.
  • Despeje 1 colher de sopa de valeriana em uma xícara de água e deixe ferver por 5 minutos. Cubra e deixe esfriar. Tome 2 xícaras por dia.
  • Consumir creme de aveia diariamente. Este remédio ajuda a fortalecer, nutrir e acalmar o sistema nervoso. Também combate a depressão e a ansiedade.
  • Despeje 1 colher de sopa de folhas de urtiga em uma xícara de água e deixe ferver por 5 minutos. Cubra e deixe esfriar. Beba 2 xícaras por dia.
  • Ferva 1 colher de sopa de erva de são João em uma xícara de água e tome uma vez por dia.
  • Derrame algumas gotas de óleo essencial de gerânio, limão ou lavanda em um difusor de aroma terapia.

Recomendações: A terapia pode reduzir os padrões de pensamentos negativos. A terapia comportamental cognitiva se concentra em mudar ações e pensamentos específicos com a ajuda de treinamento em relaxamento e técnicas de respiração. A terapia de grupo com outros pacientes e a terapia familiar também são úteis.

Uma técnica de tratamento conhecida como dessensibilização e reprocessamento do movimento ocular tem servido para tratar o transtorno por estresse pós-traumático com algum sucesso. Inclui a dessensibilização do paciente de suas memórias traumáticas, associando uma série de movimentos oculares com eventos e emoções positivas e negativas.

Acredita-se que os movimentos oculares específicos associados às memórias negativas ajudam o cérebro a processar o evento e fazer desaparecer o traumatismo. Esta técnica apenas deve ser realizada por um profissional de saúde, geralmente um psicólogo.

O treinamento do relaxamento, que se denomina às vezes treinamento para controle da ansiedade, incluindo exercícios respiratórios e técnicas semelhantes, a fim de ajudar o paciente a combater a hiperventilação e a tensão muscular associada com a reação de luta e ansiedade. Com yôga, aikido, tai chi e dança terapia, o paciente trabalha as tensões físicas e emocionais que podem favorecer a ansiedade ou que são criadas por ela.

Existem outros tratamentos disponíveis para o transtorno por estresse pós-traumático com base no entendimento fisiológico e energético de forma a atuar do trauma sobre o corpo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto