Evitar a doença de Alzheimer e lutar contra ela é uma das maiores prioridades no campo da saúde há décadas. São muitas as associações dedicadas a angariar fundos e muitos especialistas que dedicam suas vidas a desenvolver uma cura para esta doença. No entanto, hoje em dia este sonho ainda não foi realizado, embora os avanços que a ciência nos proporcionou durante os últimos anos dão lugar a máxima esperança neste sentido.

Como Evitar a Doença de Alzheimer

Recentemente, os especialistas deram mais um passo nesse difícil processo. Apenas alguns dias atrás, a mídia recebeu excelentes notícias, e é que um estudo realizado recentemente por uma equipe da Universidade de Colúmbia Britânica, em Vancouver (Canadá), obteve conclusões interessantes sobre o acúmulo da proteína beta amiloide e sua relação para evitar o Alzheimer. Essas conclusões foram publicadas na revista científica Molecular Psychiatry.

O acúmulo desta proteína, que pode se produzir por diversas razões, resulta tóxico para os neurônios cerebrais, o que provoca sua destruição progressiva. Por sua vez, esse dano irreparável causa transtornos como a doença de Alzheimer. A grande novidade por parte deste estudo é a demonstração de que a proteína beta amiloide não apenas se produz no cérebro, mas também em outras áreas do organismo.

Saiba Como Evitar a Doença de Alzheimer

Para realizar este estudo, liderado por Weihong Song, os pesquisadores realizaram a técnica de parabiose, que consistiu em unir cirurgicamente pares de ratos para que compartilhassem o mesmo sistema circulatório. Anteriormente, um deles tinha sido modificado com um gene humano mutado que gerava altos níveis de beta amiloide.

Um ano após o experimento, os animais que não tinham sido geneticamente alterados desenvolveram uma patologia semelhante à doença de Alzheimer, quando realmente não tinham porque sofrer esse processo. Assim, ficou demonstrado que as substâncias que afetam negativamente o cérebro podem se originar em outras áreas e viajar até o mesmo, afetando-o gravemente. A ideia é projetar medicamentos que as eliminem através do fígado ou rins antes que cheguem ao cérebro.

Leia também: “Diferentes Tipos de Demência na Doença de Alzheimer“.

Métodos para Prevenir a Doença de Alzheimer

Como indicamos anteriormente, infelizmente, ainda não existe uma cura para esta doença neurodegenerativa nem tratamentos para a doença de Alzheimer realmente eficazes. No entanto, podemos ajudar a prevenir a doença de Alzheimer mediante algumas técnicas como as que descrevemos a seguir:

1. Exercício Físico

A atividade física moderada previne o aparecimento de demência e da doença de Alzheimer. Basta caminhar 30 minutos por dia, embora também possamos correr com frequência, patinar, dançar, fazer yoga, pilates ou andar de bicicleta, entre outras atividades.

2. Alimentação Equilibrada

Uma dieta rica em nutrientes e vitaminas nos ajuda a proteger o nosso organismo contra esse tipo de doenças. Em particular, recomenda-se alimentos como cenouras, morangos, uvas, tomates, maçãs, legumes e peixes. Além disso, é importante evitar o tabaco e moderar o consumo de álcool.

3. Cuidar do Coração

As doenças cardiovasculares estão associadas com o aparecimento de demência, por isso prevenindo transtornos como colesterol, hipertensão, diabetes e obesidade também reduzimos o risco de sofrer doença de Alzheimer.

4. Atividade Cerebral

Treinar o cérebro é essencial para manter nossa memória e capacidade de concentração em bom estado. Para isso, podemos ler, aprender idiomas, escrever, fazer palavras cruzadas, sudoku, jogos de memória, etc. Também conversar e socializar com outras pessoas é chave neste sentido.

O que você acha dessa informação sobre como evitar a doença de Alzheimer e os últimos estudos realizados sobre isso?