O Que é Sarampo?

É uma doença causada por um vírus específico, o vírus do sarampo, um primo distante da gripe.

Era, até a introdução da vacina, uma das infecções mais comuns da humanidade. É mais comum em crianças, mas pode atacar qualquer pessoa que não seja imunizada. Apesar da existência de uma vacina eficaz, continua sendo um grave problema de saúde.

Causas

Infecção com o vírus do sarampo. O hospedeiro natural é o homem, passando as secreções orais através do ar. O período de contágio é de cerca de cinco dias antes da erupção aparecer até cinco dias depois. A infecção pelo vírus é muito contagiosa e assintomática, é muito raro.

Sintomas

Após a infecção há um período sem sintomas, com tempo entre 8 a 12 dias.

A doença apresenta-se com: mal-estar, irritabilidade, febre (até 40ºC), conjuntivite e fotofobia intensa, tosse seca, rinorreia.

A maioria dos sintomas prodrômicos desaparecem em um ou dois dias após o início do exantema (a tosse pode durar mais tempo).

Entre 1 a 2 dias antes do início da erupção ocorre as manchas, lesões pequenas, boca vermelha e branca ou azul, que são patognomônicas da doença.

Após um tempo de 3 a 4 dias (entre 1 a 8), a erupção aparece:

Sarampo

Comece na testa e vai até os pés, que dura cerca de três dias. A intensidade é aumentada de cima para baixo, podem convergir no rosto e ferimentos nas costas.

As lesões desaparecem dentro de três dias na mesma ordem em que apareceram.

Fatores de Risco

A infecção é tão difundida que qualquer um pode pegar. Antes da vacinação, mostram um padrão sazonal, sendo mais frequentes surtos na primavera.

Adultos e os não vacinados com a vacina do vírus morto podem sofrer complicações mais graves.

Pessoas desnutridas, com falta de vitamina A, podem sofrer uma doença mais grave, com risco de cegueira.

Leia também: “Tratamentos Para o Sarampo“.

Prevenção

A vacinação é muito eficaz, protegendo por vinte anos e provavelmente para a vida. Mesmo administrado nos três primeiros dias após a infecção pode abortar a doença.

Diagnóstico e Tratamento

Diagnóstico:

O diagnóstico é baseado em sintomas clínicos, com o surgimento, no âmbito de um resfriado. Em alguns casos se avalia o estado imunológico dos pacientes em surtos de doenças, testes de laboratório podem ser realizados.

Tratamento:

O sarampo típico requer nenhum tratamento.

Porque a doença é contagiosa mesmo antes de aparecerem sintomas de vacinação, prevenção precoce dos contatos habituais do paciente é sem sentido a menos que sejam pessoas não vacinadas e que não estiveram com a pessoa no prazo de três dias.

Medicação: o médico pode receitar medicamentos para alívio dos sintomas de febre e tosse, como o ácido acetilsalicílico e paracetamol ou codeína ou o dextrometorfano, respectivamente.

Atividade: sem restrições especiais.

Dieta: nada requerido em especial. Se a febre é alta, aumentar a ingestão de líquidos, água e sucos de frutas.

Possíveis Complicações

Em indivíduos imunossuprimidos, a doença pode ser grave.

Em pessoas desnutridas com deficiência de vitamina A pode levar à cegueira e aumento da mortalidade em médio prazo.

Prognóstico

Excelente em casos típicos.