Síndrome De Adie: O Que É, Causas, Sintomas, Diagnóstico E Tratamentos

A síndrome de Adie ou pupila tônica é uma doença neurológica, devido a qual as pupilas se encontram dilatadas e não reagem ou o fazem de forma escassa aos estímulos luminosos.

As pupilas quando estão dilatadas são maiores do que o normal. Ao aplicar flashes de luz à pupila deveria se contrair e não o faz ou faz muito lentamente. Por isso, diz-se que a pupila é preguiçosa.

Causas da síndrome de Adie:

Não se sabe a causa que produz exatamente, mas se atribuí a uma alteração nos neurônios parassimpáticos que inervam o olho devido a uma infecção por vírus ou bactérias.

Síndrome de Adie: O Que É, Causas, Sintomas, Diagnóstico e Tratamentos

Costuma se observar com mais frequência em mulheres jovens com idade entre 20 a 40 anos.

Sintomas da síndrome de Adie:/h2>

A síndrome de Adie costuma se produzir de forma unilateral (apenas em um dos olhos), mas às vezes também pode ser bilateral (ambos os olhos simultaneamente).

A principal característica é que a pupila não reage à luz ou o faz lentamente.

Os três principais sintomas que definem a doença são:

  • Midríase (aumento do tamanho ou dilatação da pupila).
  • Ausência ou redução do reflexo dos tendões do olho.
  • Sudorese (transpiração excessiva).

Também podem aparecer outros sintomas que façam suspeitar da doença como:

  • Visão turva a curta distância e dificuldade em focar ou ler.
  • Forma irregular da pupila.
  • Fotofobia.
  • Dor de cabeça ou cefaleia.

Diagnóstico para síndrome de Adie:

Para o diagnóstico costuma-se utilizar um colírio (Pilocarpina diluída), que provoca a contração da pupila afetada.

A pupila saudável não sofrerá nenhuma contração ao aplicar Pilocarpina.

Tratamento para síndrome de Adie:

É uma doença benigna que não requer tratamento e os afetados podem conviver com ela sem alteração da sua qualidade de vida, exceto a dificuldade para leitura e desconfortos estéticos pela diferença de aparência de suas pupilas.

No caso de ser necessário realizar algum tipo de tratamento são recomendados:

  • Óculos para leitura e óculos de sol ao ar livre para se proteger contra a luz solar forte.
  • Pilocarpina: Além do diagnóstico também é utilizada para o tratamento aplicando gotas três vezes por dia que ajudam a pupila a se contrair.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto