Síndrome De Angelman: O Que É, Causas, Sintomas, Diagnóstico E Tratamento

A síndrome de Angelman é uma doença neurológica produzida por uma alteração genética. Caracteriza-se por provocar retardo intelectual e psicomotor nas pessoas que sofrem. As crianças com esta condição são incapazes de aprender a falar e costumam rir com bastante frequência.

Deve seu nome ao Dr. Harry Angelman, que a descreveu pela primeira vez em 1965.

Causas da síndrome de Angelman:

A síndrome de Angelman é uma doença genética causada por um defeito no cromossomo 15 herdado da mãe. Na maioria dos casos é devido a uma deleção (ausência) de um pedaço do referido cromossomo. Sua incidência é de 1 em cada 10.000 - 20.000 recém-nascidos.

Síndrome de Angelman: O Que É, Causas, Sintomas, Diagnóstico e Tratamento

Sintomas da síndrome de Angelman:

A síndrome de Angelman, geralmente, não é apreciada no recém-nascido. Costuma ser diagnosticada entre três e sete anos de idade, quando os comportamentos e características tornam-se mais evidentes. Os principais são:

  • Atraso de desenvolvimento.
  • Problemas para andar, para ficar de pé ou para sustentar a própria cabeça.
  • Ausência de fala (embora possam aprender algumas palavras).
  • Riso excessivo (estão constantemente sorrindo e animadas).
  • Crises convulsivas e epilepsia.
  • Distúrbios do sono.

Diagnóstico para síndrome de Angelman:

Para confirmar a doença é possível realizar um teste genético para confirmar uma anomalia no cromossomo 15.

Tratamento para síndrome de Angelman:

Não existe tratamento para esta doença. Costumam ser utilizados medicamentos anticonvulsivos ou antiepilépticos para tratar as crises.

As pessoas que sofrem com essa síndrome têm uma expectativa de vida normal.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto