Um Estudo Determina Que As Bombas De Insulina Funcionam Melhor Do Que As Injeções Diárias

As bombas de insulina controlam melhor o diabetes do que as injeções que devem ser aplicadas diariamente, afirma um estudo recente realizado na França. Se você é diabético (a), descubra em que consistem exatamente as bombas de insulina e aprenda quais são suas vantagens e suas desvantagens para decidir se te convém.

As bombas de insulina são pequenos dispositivos computadorizados que o paciente deve levar sempre consigo, e que administram insulina através de um cateter localizado sob a pele. Podem ser programadas para fornecer insulina de duas maneiras: mediante doses pequenas e contínuas (chamadas de insulina basal); e mediante uma dose adicional, aproximadamente na hora do almoço para controlar o aumento de glicose (açúcar) no sangue, que ocorre após a ingestão. Talvez você as conheça e até as tenha usado para controlar o nível de glicose no sangue.

Bem, segundo revelou um estudo recente publicado no dia 02 de julho na revista The Lancet, as bombas são mais eficientes para controlar os níveis de açúcar no sangue do que as várias injeções de insulina que se aplicam diariamente aos pacientes com diabetes tipo 2 mal controlada.

Um Estudo Determina Que as Bombas de Insulina Funcionam Melhor do Que as Injeções Diárias

No estudo, financiado pela Medtronic (um fabricante de dispositivos médicos), participaram cerca de 331 pacientes entre 30 e 75 anos, todos com diabetes tipo 2 mal controlada, que usavam várias injeções de insulina diárias para estabilizar o açúcar no sangue. Alguns dos participantes continuaram usando as injeções, enquanto outros começaram a usar a bomba de insulina.

Em seis meses, os participantes que usaram bombas de insulina tiveram uma redução muito maior nos níveis de açúcar no sangue do que aqueles que usaram as injeções. No final do estudo, os primeiros precisavam de uma dose diária de insulina 20% menor que os segundos, e tiveram, em média, cerca de três horas a menos no dia, com um nível elevado de açúcar no sangue do que os outros. A quantidade de tempo que passaram com um nível de açúcar extremamente baixo foram iguais em ambos os grupos.

De acordo com Yves Reznik, do Centro Hospitalar Regional Côte de Nacre, da Universidade de Caen, na França, e autor do estudo, os resultados abrem a porta para outra opção no tratamento de pacientes que não conseguem controlar sua diabetes por meio das injeções diárias.

Conheça as vantagens e as desvantagens das bombas de insulina:

Apesar das óbvias vantagens do uso das bombas de insulina para tratar o diabetes na maioria dos pacientes, existem, no entanto, alguns inconvenientes.

Vantagens

  • É administrada a quantidade de insulina necessária de forma mais precisa do que as injeções.
  • Eliminam as injeções, o que elimina a dificuldade de programá-las, aplicá-las, calcular a dose correta e ignorar alguma por esquecimento.
  • Geralmente ocorrem menos flutuações no nível de açúcar no sangue.
  • São reduzidos os episódios de hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue) grave.
  • Permitem fazer exercícios sem necessidade de comer grandes quantidades de carboidratos.
  • Se consegue mais flexibilidade com os alimentos (horário e tipo de alimento).

Desvantagens

  • O procedimento resulta mais caro, e requer receber treinamento para usá-lo. Às vezes é preciso algum tempo para se acostumar ao seu uso.
  • Talvez você ganhe peso.
  • É preciso manter conectada a bomba a maior parte do tempo.
  • É possível apresentar problemas sérios se o cateter sair do lugar e você não receber insulina por várias horas.

No entanto, a opinião de vários especialistas em diabetes nos Estados Unidos é consistente com os resultados do estudo. De acordo com a Dra. Virginia Peragallo-Dittko, do Instituto de Diabetes e Obesidade do Hospital Universitário de Winthrop, de Mineola, em Nova Iorque, muitos pacientes com diabetes tipo 2 não conseguem controlar seus níveis de açúcar no sangue com as injeções diárias, apesar de seus esforços, de modo que a bomba de insulina se converte em outra opção de tratamento seguro e eficaz que não favorece nem o aumento de peso nem a hipoglicemia.

Para o Dr. Gerald Bernstein, do Instituto para Diabetes Friedman, do Centro Médico Beth Israel, em Nova Iorque, as bombas de insulina poderiam ser o futuro dos cuidados médicos para diabetes, já que promovem o monitoramento contínuo, melhoram a qualidade de vida dos pacientes e reduzem o risco de complicações.

Se você sofre de diabetes tipo 2 e precisa injetar insulina várias vezes ao dia para controlar seus níveis de glicose no sangue e/ou ainda assim não consegue controlá-lo, converse com seu médico sobre a possibilidade de usar uma bomba de insulina. Talvez seja a alternativa que você precisa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

;
Confira Mais Sobre Esse Assuto