Às vezes, ao terminar de comer sentimos uma sensação de peso e inchaço no estômago, o que nos provoca um grande desconforto físico. Para ajudar com este desconfortável problema, hoje queremos dar algumas dicas para evitar o inchaço depois de comer.

Por Que se Produz o Inchaço Depois de Comer:

O inchaço depois de comer normalmente se deve ao acúmulo de gás intestinal, causado pelo consumo de determinados alimentos. Estes causam o aparecimento de resíduos que se instalam no cólon, onde as bactérias se alimentam deles, e, assim, produzem essas incômodas bolhas de gás.

Essas bolhas são as causas de sofrermos dor abdominal e pontadas na barriga. Embora em casos mais graves, possa haver sintomas como náuseas, vômitos, diarreia, azia e inclusive sangue nas fezes. Se assim for, devemos consultar um médico, já que ele saberá como diagnosticar corretamente e detectar outras possíveis doenças no organismo.

Algumas pessoas são mais propensas que outras a sofrer inchaço intestinal, pois depende das características do nosso organismo. Podemos evitar isso, seguindo algumas dicas. Por exemplo, comer com tempo suficiente e em um ambiente agradável é essencial para uma boa digestão. Precisaremos de pelo menos 20 minutos e um ambiente afastado de ruídos altos e discussões, pois o estresse reduz a produção de ácido no estômago.

Dicas Para Evitar o Inchaço Depois de Comer

O Que Fazer Para Evitar o Inchaço Depois de Comer:

Caminhar um pouco depois de comer é um dos truques mais eficazes para reduzir os gases e o inchaço depois de comer. Com cerca de 15 minutos será suficiente para fazer com que o nosso intestino se movimente, com isso promovemos uma boa digestão, fazendo com que os alimentos sejam assimilados mais rápido. Desta forma, desaparece a sensação de inchaço. É importante que este exercício seja moderado, pois correr ou caminhar muito rápido provocará o efeito oposto.

Os especialistas afirmam que o acúmulo de gases ocorre pela ingestão de alimentos inapropriados, independentemente da quantidade. Nesse sentido, devemos tomar cuidado com as misturas, evitando combinar carne com leite, por exemplo. Na verdade, recomenda-se moderar o consumo de laticínios em sua dieta, porque em excesso podem causar o crescimento da barriga. Além disso, muitas pessoas têm dificuldade para digerir a lactose.

Por outro lado, mastigar bem é essencial para evitar a digestão pesada. Se não mastigamos o suficiente estamos forçando o estômago a trabalhar duplamente, dando lugar a sensação de peso. Podemos, inclusive, sentir excessivo cansaço ou sonolência, pois nosso organismo está gastando energia extra.

Lanchar entre as horas também favorece o inchaço do estômago, se o que comemos são produtos de panificação e ricos em gordura. O mais recomendado é comer fruta, dado que os açúcares que contém fermentam no estômago e passam quase intactos no intestino, onde são absorvidos com maior rapidez. Desta forma, se facilita a mobilidade intestinal, prevenindo a formação de gases.

Por outro lado, é aconselhável beber um copo de água quente ao terminar cada refeição, já que favorece a dilatação do trato digestivo, aumentando o fluxo de sangue, de modo que o alimento é digerido mais facilmente. Também beber uma infusão por dia acelera o processo digestivo e ajuda a eliminar toxinas.

Além disso, se o que você quer é ter uma barriga lisa, não deixe de ler: “Os melhores tratamentos para uma barriga lisa”.