Dieta Low Carb É Benefíca Para A Saúde?

Existe uma grande controvérsia sobre os benefícios para a saúde das dietas pobres em carboidratos. Quando pensamos em dietas low carb a primeira coisa que nos vem à mente é a dieta Atkins, embora existam muitas mais. Uma dieta baixa em carboidratos é a que limita o consumo de carboidratos para menos de 45% das calorias diárias totais.

Uma dieta pobre em carboidratos é utilizada geralmente para perder peso. Algumas dietas pobres em carboidratos podem ter benefícios para a saúde, muito além da perda de peso, como a redução dos fatores de risco associados com a diabetes e a síndrome metabólica.

Os carboidratos são a principal fonte de energia para o funcionamento do nosso corpo, por isso que: realmente quais benefícios pode ter uma dieta pobre em carboidratos?

Dieta Low Carb É Benefíca Para a Saúde?

Leia também: "Os Perigos da Dieta Atkins".

Reduzir os Carboidratos é a Melhor Maneira para Combater a Obesidade?

Os defensores da dieta pobre em carboidratos se baseiam na ideia de que comer carboidratos produz um excesso de produção de insulina que conduz ao excesso de alimentação, a obesidade e a resistência à insulina.

Quando comemos alimentos ricos em carboidratos se produz um aumento rápido nos níveis de glicose no sangue. Este aumento dos níveis de glicose no sangue faz com que o corpo produza insulina, que permite transportá-la dentro das células. Nossas células utilizam esta glicose para obter energia, mas se houver muita glicose no sangue, o nosso corpo armazena como gordura.

Portanto, quando comemos muitos carboidratos, a insulina se torna menos eficaz no transporte de glicose nas células, fazendo com que o excesso de glicose seja armazenado como gordura. Esta condição é conhecida como resistência à insulina.

Leia também: "Dieta Low Carb: Como Funciona, Alimentos Permitidos e Recomendações".

A ideia por trás da dieta low carb é que os carboidratos reduzem os níveis de insulina, o que faz com que o corpo queime a gordura armazenada para obter energia e, assim, permitirá a perda de peso.

Alimentos Típicos Para uma Dieta Low Carb

Em geral, uma dieta pobre em carboidratos se concentra em proteínas, como as que são encontradas na carne, peixe e ovos, e vegetais que não contêm amido. E exclui ou limita a maioria dos grãos, legumes, frutas, pães, doces, massas e verduras com amido.

A maioria dessas dietas limita o consumo diário de carboidratos para 60 a 130 gramas. Em contraste com o que se costuma recomendar em muitas orientações dietéticas nas quais os carboidratos representam entre 45% e 65% da ingestão diária total de calorias. Ou seja, que se tivermos uma dieta de cerca de 2.000 calorias por dia, deveríamos comer entre 900 e 1.300 calorias por dia de carboidratos (entre 225 e 325 gramas de carboidratos por dia).

Leia também: "Alimentos Proibidos Que, Sim, Você Pode Comer na Dieta Low Carb".

É Saudável uma Dieta Low Carb?

Infelizmente, não há respostas definitivas. Muitas pessoas optam por seguir uma dieta low carb como uma maneira de conseguir perder peso rapidamente. As dietas low carb podem ajudar a prevenir ou melhorar:

  • Condições de saúde graves, como a síndrome metabólica, a diabetes, a pressão arterial elevada e as doenças cardiovasculares.
  • Os níveis de colesterol HDL e triglicéridos. Um pouco mais do que as dietas moderadas em carboidratos, embora isso não dependa tanto da quantidade de carboidratos como da qualidade destes carboidratos.

Mas se de repente, e drasticamente, reduzimos os carboidratos da nossa dieta podemos experimentar uma variedade de efeitos temporários para a saúde, como dores de cabeça, cansaço, constipação ou diarreia, e em longo prazo também podem aparecer deficiências de vitaminas ou minerais, perda óssea e transtornos gastrointestinais e aumento dos riscos de várias doenças crônicas.

Se ocorre uma restrição séria dos carboidratos (menos de 20 gramas por dia) pode aparecer cetose. A cetose ocorre quando o organismo não tem suficiente glicose para obter a energia necessária para o seu funcionamento, e começa a utilizar a gordura armazenada como fonte de energia. O metabolismo das gorduras produz cetonas, que, quando se acumulam no corpo provocam uma série de efeitos secundários, como náuseas, dor de cabeça, fadiga mental e física e mau hálito. Não está claro que tipo de possíveis riscos em longo prazo envolve uma dieta pobre em carboidratos.

O Melhor é uma Dieta Variada e Equilibrada

O melhor é sempre usar o bom senso. Qualquer dieta que restringe os grupos de alimentos inteiros, incluindo alimentos que são conhecidos por serem bons para a saúde deve ser tomada com cautela. Leve em conta a premissa de que: Nenhum nutriente é "prejudicial" para a nossa saúde.

Mas que muito de qualquer nutriente pode acarretar problemas de saúde como provocar um aumento peso. Você não se tem que renunciar aos carboidratos por completo, simplesmente é preciso tentar escolher os carboidratos complexos (que podem ser encontrados nas frutas e verduras) sobre os carboidratos simples (como os que encontramos nos doces e farinhas refinadas). Esta mudança pode fazer uma grande diferença, especialmente se levarmos em consideração as diferenças quanto à quantidade de insulina que o nosso corpo precisa produzir para poder processá-los.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Confira Mais Sobre Esse Assuto