Você provavelmente já ouviu falar sobre a controversa dieta da maçã. Esta dieta tem apoiadores e oposição, pois juntamente com seus benefícios também existem aqueles que defendem que tem contraindicações. Em nosso site de Saúde vamos tentar esclarecer os prós e contras dessa dieta.

Esta dieta é baseada nas múltiplas propriedades nutricionais da maçã, assim como na sensação de saciedade que produz, evitando comer em excesso. Não deve se prolongar por mais de uma semana, durante a qual apenas podemos comer maçãs e, ocasionalmente, alimentos de baixa caloria, como peru, pão integral, leite desnatado, queijo branco, cereais, cenouras ou aipo. É essencial beber pelo menos 2 litros de água por dia, já que a maçã é uma fruta adstringente.

Benefícios da Dieta da Maçã:

A dieta da maçã nos ajuda a limpar o sistema digestivo, eliminando o excesso de toxinas e gordura; por isso é perfeita em casos de dor de estômago, vômitos e diarreia. Além disso, combate a constipação, anemia, reduz o colesterol e regula os triglicerídeos. É aconselhável, também, para o tratamento de doenças reumáticas.

Da mesma forma, esta fruta é muito eficaz na redução da ansiedade e do estresse, já que possui efeitos relaxantes. É perfeita também para nutrir a pele, por isso, combate as condições que afeta a mesma, tais como dermatite, acne ou ressecamento. Além disso, recomenda-se para atenuar os sinais de envelhecimento, graças ao seu elevado teor de antioxidantes.

Dieta da Maçã: Benefícios e Contra-Indicações

Diz-se também que a maçã promove a concentração e a atividade cerebral, combatendo as dores de cabeça e a enxaqueca. Também é recomendada em casos de diabetes, e para combater a ansiedade, a insônia e a febre.

Enquanto seguimos esta dieta, devemos evitar tanto o esporte como o sedentarismo, optando pela atividade física moderada, como caminhar durante meia hora todos os dias. Também precisamos descansar o suficiente, dormindo pelo menos oito horas, e ter cuidado no momento de combinar diferentes alimentos.

Contra-indicações da Dieta da Maçã:

Existem alguns especialistas que recomendam evitar a dieta da maçã, pois essa fruta, apesar de ter muitos nutrientes, não chega a cobrir todas as necessidades do nosso organismo. Por exemplo, não contém proteínas, por isso não ajuda a construir massa muscular. Portanto, o peso que perdemos pertencerá a esta massa, que iremos recuperar muito facilmente ao finalizar a dieta.

Por outro lado, nem sempre resulta eficaz; existem pessoas que não perdem peso durante este processo. Além disso, trata-se de uma dieta muito monótona que pode nos criar uma grande ansiedade e nos impulsionar a comer compulsivamente outros alimentos. Existem, inclusive, aqueles que ganham peso devido à ineficiência deste regime.

Em qualquer caso, se planejamos começar esta dieta o mais adequado é consultarmos um especialista. Ele saberá nos aconselhar e indicar o que é melhor para a nossa saúde.

Se você quiser conhecer outras dietas, sugerimos que você leia nosso artigo “Prós e Contras das Dietas Ricas em Proteínas“.

O que você acha sobre os benefícios e contraindicações da dieta da maçã anteriormente expostos aqui?