Ganho De Peso: Razões Pelas Quais Você Ainda Pode Engordar Fazendo Dieta

Muitas pessoas ganham peso e realmente se cuidam nas refeições, e isso pode ser devido a inúmeros fatores que vão desde as condições médicas até uma falta de sono constante.

Neste artigo vou tentar lançar luz sobre algumas possíveis respostas para a grande questão: Por que eu estou ganhando peso, se não como demais?

Carência de Nutrientes. Muitas vezes, quando não existe uma correta ingestão nutricional, o organismo se defende acumulando gordura, mesmo fazendo dieta.

Ganho de Peso: Razões Pelas Quais Você Ainda Pode Engordar Fazendo Dieta

Ferro, cálcio, magnésio e vitamina D são nutrientes essenciais que não podem faltar, e se isso acontecer o seu metabolismo fica mais lento e é gerada uma sensação de fadiga constante.

Se você não consegue um equilíbrio correto de nutrientes, o peso pode aumentar, não importa o quanto você come ou faz exercício.

Medicação. Os medicamentos se encontram também entre as razões para o ganho de peso. Os anticoncepcionais podem desempenhar um papel importante no aumento de peso, juntamente com muitos outros, como antidepressivos, esteróides, e inclusive os medicamentos para diabetes.

Desequilíbrio hormonal. Se suas glândulas supra-renais e os ovários produzem muita testosterona, é iminente um aumento de peso, juntamente com outros sintomas, tais como períodos irregulares, acne e grande quantidade de pelos.

As mulheres que sofrem de síndrome dos ovários policísticos (SOP) podem experimentar um ganho de peso gradual.

Falta de Sono. Inclusive se você dormir cerca de 6-7 horas, o seu corpo pode não estar descansado o suficiente para funcionar bem em todos os sentidos.

Se você puder tente ir para a cama mais cedo, como 30 ou inclusive 15 minutos de sono extra pode fazer uma diferença.

Cuidado e não abuse, já que existem vários estudos que demonstram um aumento de peso em pessoas que dormem muito.

Problemas de Tireoide. O aumento de peso é um dos efeitos colaterais do hipotiroidismo, mas, se o transtorno é controlado por medicação, engordar excessivamente é pouco provável.

Portanto, quando se ganha muito peso e a retenção de líquidos continua, isso indica que o tratamento não é adequado.

Digestão Lenta. Quando os alimentos ficam presos no sistema digestivo por um longo período de tempo, pode ocorrer uma tendência ao ganho de peso.

O intestino pode ser responsável por retardar o metabolismo, o que promove o ganho de peso e torna difícil perder os quilos extras.

Depressão. Aqueles que têm depressão muitas vezes comem demais. Infelizmente, a maioria dos antidepressivos também aumenta o apetite e a vontade de fazer exercício é pouca.

Estresse. O estresse desempenha um papel direto no momento de desacelerar o metabolismo e contribui para aumentar os depósitos de gordura. Quando é o principal culpado, o aumento de gordura é maior na região abdominal.

Condições músculo-esqueléticas. A osteoartrite e outras doenças que afetam os músculos, a coluna vertebral e as articulações também podem contribuir para o aumento repentino de peso.

Esses problemas fazem com que não se realize exercícios e você tenda a se tornar mais sedentário, por isso é aconselhável fazer atividades que não ressintam o corpo, como natação ou hidroginástica.

Síndrome de Cushing. A síndrome de Cushing pode causar ganho de peso, juntamente com outros sintomas, tais como osteoporose e hipertensão arterial. Esta condição médica causa o acúmulo de gordura, especialmente na região abdominal.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Confira Mais Sobre Esse Assuto